JPMotos
Marcha a Brasília: Vaqueiros do Cariri vão à Brasília em defesa da vaquejada
27 de outubro de 2016 às 09:05

20161026160021_7457_capa

A legalização da vaquejada é um assunto que tem gerado manifestações por parte de criadores, vaqueiros e simpatizantes dos mais diversos lugares do país onde a prática esportiva existe.  Durante esta terça-feira (25) os manifestantes estiveram em Brasília para pedir urgência na legalização da vaquejada. A mobilização acontece após a decisão do Supremo Tribunal Federal que considerou a lei que regulamentava a prática esportiva no Ceará inconstitucional, e proibiu a atividade em todo o pais.

Representando o Cariri, criadores de cavalos, vaqueiros e políticos de cidades como Brejo Santo e Jardim se deslocaram a capital federal para endossar o debate. A mobilização Nacional em defesa da vaquejada tem por objetivo sensibilizar os parlamentares no sentido de regulamentar a pratica esportiva. Em meio aos deputados, o vaqueiro Pedro Roque, da cidade de Jardim a 48km de Juazeiro do Norte discursou em defesa daquilo que ele considera o ganha pão de muita gente.

O vaqueiro chamou a atenção para a geração de renda motivada pelo esporte. Segundo Roque, a cidade de Jardim murchou nos últimos meses com a proibição da atividade que gerava renda para algumas famílias, com a comercialização de comidas típicas durante os momentos de diversão dos vaqueiros.

“Peço socorro para não acabar com a vaquejada. Gente faz dó, é por isso que eu tô aqui, pedindo força a Deus para me dirigir ao presidente do congresso, da câmara, para dizer: Doutor lute por nós que nós agradece”, falou emocionado o vaqueiro.

Ao lado do Deputado Federal e prefeito eleito de Juazeiro do Norte, pelo (PTB), Arnon Bezerra, o vaqueiro Pedro Roque explicou o que motivou sua ida até Brasília na manifestação: “ Eu peço desculpa de ter falado alguma palavra errada, mas a necessidade me obrigou eu pedir socorro a vocês deputados e senador e quem tiver o puder”, finalizou.

Segundo o site de notícias do senado federal, na última segunda-feira (24), líderes do movimento foram recebidos pelo presidente do Senado, Renan Calheiros que se mostrou favorável à edição de norma para regulamentar a vaquejada.

As discussões quanto a regulamentação da vaquejada tendem a avançar; três projetos (PLS  377/2016, PLS 378/2016 e PLC 24/2016) classificam a atividade como patrimônio cultural brasileiro e uma proposta de emenda à Constituição (PEC 50/2016) que assegura sua continuidade, desde que regulamentada em lei específica que assegure o bem-estar dos animais envolvidos serão pautas para os próximos dias.

Veja a participação do Vaqueiro Pedro Roque, da cidade de Jardim durante a manifestação.

Assista ao vídeo:

Com Parceria Site Miseria

ComentáriosComentários