JPMotos
Familiares identificam corpo achado na RR-205 como de conceiçãoense sumido há 15 dias
29 de janeiro de 2019 às 16:58
74
Visualizações

Familiares do professor Gilson Ramalho Rangel, de 52 anos, relataram nesta terça-feira (29) ao G1 ter identificado como sendo dele o corpo encontrado na entrada de um sítio na RR-205, área rural de Boa Vista no estado de Roraima, na segunda (28).

O corpo, achado no fim da tarde, foi levado para exame de identificação no Instituto Médico Legal (IML), o que é feito nesta terça.

Mesmo ainda sem o resultado, os familiares estão certos de que se trata do professor, que estava desaparecido há 15 dias. Ao tomar conhecimento da morte, o governo do estado também emitiu uma nota de pesar (leia na íntegra ao fim da matéria).

“Ainda estamos aguardando identificação, mas é ele, sim”, disse nesta manhã a filha do professor, Ianne Ramalho, ao G1.

Ao lado do cadáver, encontrado por um morador que estava indo pescar, estava uma carteira com R$ 50, o RG e a CNH do professor.

Gilson Ramalho sumiu no dia 14 deste mês, quando saiu de casa, na zona Oeste da cidade, por volta das 21h e não disse para onde ia.

Ele era professor da rede estadual de ensino e atuava como coordenador em uma escola na zona Oeste da cidade. O caso deve ser investigado pela Delegacia Geral de Homicídios (DGH).

Nota de pesar

O Governo do Estado de Roraima, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), lamenta profundamente o falecimento do professor Gilson Ramalho Rangel, de 52 anos.

Professor Gilson exerceu importantes funções e contribuiu para engrandecer a educação do nosso Estado. Historiador, especialista em Gestão da Educação, trabalhou nas Escolas Estaduais Dom José Nepote, Senador Hélio Campos, Professora Coema Souto Maior Nogueira, onde atualmente era o coordenador pedagógico.

Neste momento de grande perda, o Governo do Estado se solidariza com amigos e familiares e expressa as mais sinceras condolências.

Fonte: Redação do portal Vale do Piancó Notícias com G1

ComentáriosComentários