JPMotos
PM do RAIO se depara com dupla assaltando sua esposa, atirou e um deles morreu
1 de novembro de 2018 às 10:43
172
Visualizações

Um homicídio aconteceu por volta das 19h30min desta quarta-feira por ocasião de uma intervenção policial no cruzamento da Avenida José Alves de Figueiredo com a Rua Bárbara de Alencar perto da prefeitura no centro de Crato. Por ali, uma mulher fazia Cooper quando terminou abordada por dois jovens que se aproximaram numa moto Honda Biz quando anunciaram um assalto. Não sabiam eles que o marido dela é um policial militar do RAIO e vinha alguns metros atrás.

Ao perceber a ação, o PM saiu em defesa da companheira quando sacou uma arma de fogo e efetuou um disparo que atingiu Fábio Miguel Ferreira de Oliveira, de 22 anos, nas costas o qual morreu no local e o seu comparsa fugiu. Ele morava na Travessa Nova Olinda (Seminário) e tombou sem vida com o capacete na cabeça. Logo depois, o policial se apresentou com a arma na 19ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Crato, prestou depoimento e foi posto em liberdade.

Fábio era usuário de drogas e sua primeira apreensão ocorreu em agosto de 2013 com substâncias entorpecentes quando tinha apenas 17 anos. Em outubro de 2014 houve uma prisão civil contra ele por sonegação de pensão alimentícia, enquanto outro procedimento daquele ano tramitava em segredo de justiça na Comarca de Crato. Já no dia 29 de janeiro deste ano, Fábio Miguel foi preso por crime de violência doméstica quando agrediu Ana Tereza de Alencar Silva, de 18 anos.

Este foi o quinto homicídio do mês de setembro em Crato e o 42º do ano no município ou 68,8% em relação aos 61 assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha acontecido domingo (28) quando o agricultor João Pereira dos Santos, de 60 anos, o “João Côco” que residia na Rua Raimundo Norões Milfont (Bairro Vila Alta), foi morto a facadas em frente à sua casa por Cícero Rodrigo Caetano Pereira, de 35 anos, que terminou preso.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários