JPMotos
Temporada de chuvas no Ceará já deixou 30 mortos em afogamentos
20 de março de 2019 às 12:50
39
Visualizações

Afogamento 200

As mortes por afogamento acontecem, em sua maioria, em rios e açudes do Interior cearense 

Ao menos 30 pessoas morreram no Ceará vítimas de afogamento desde o começo do ano, quando a temporada de chuvas no Interior elevou os níveis dos mananciais. Açudes, rios, lagoas, riachos e cachoeiras se transformaram em atrativos para o lazer de muitas pessoas, mas os riscos de afogamentos não são levados em contas e, muitas, vezes, a diversão se transforma em tragédia.

Somente nas duas últimas semanas, ao menos 11 pessoas morreram afogadas. A maioria absoluta dos casos ocorreu no interior. Uma das vítimas foi o vaqueiro José Guilherme Pereira de Sousa, que tinha apenas 20 anos, e acabou sendo arrastado pela forte correnteza do Rio Granjeiro, na zona rural do Município do Crato (a 540Km de Fortaleza), na noite da última segunda-feira (18). Ele tentou atravessar uma passagem molhada montado em seu cavalo e acabou sendo arrastado pelas águas. O corpo só foi encontrado quando as águas baixaram.

Em Fortaleza, o Corpo de Bombeiros entra no quinto dia de buscas pelo corpo do garoto Kauã, que desapareceu nas águas de um córrego afluente do Rio Cocó, no bairro Jangurussu. Apesar das intensas buscas dos militares, com a ajuda de voluntários, o garoto continua sumido.

Já no Município de Potiretama, no Vale do Jaguaribe (a 275Km de Fortaleza), morreu afogado nesta terça-feira (19) o adolescente Felipe Jorge Bezerra da Silva, de 17 anos. Ele era natural de Rodolfo Fernandes (RN) e desapareceu nas águas do Açude do Sítio Recreio. O corpo foi encontrado na tarde de ontem e encaminhado ao Núcleo da Perícia Forense do Estado (Pefoce) na cidade de Russas.

Também nesta terça-feira, por volta das 17 horas, mergulhadores do Corpo de Bombeiros localizaram o corpo de um agricultor identificado apenas por Manuel, que morreu afogado nas águas do Rio Piranji, na localidade de Bastiões, Distrito de São João do Aruaru, na zona rural do Município de Morada Nova (a 163Km da Capital).

Em Russas (a 163Km da Capital), o corpo de um homem foi encontrado em um açude na localidade de Placas, na zona rural, nas proximidades de uma cerâmica, na tarde da última segunda-feira (18). A vítima do afogamento fatal não foi identificada.

Somente nos quatro dias de Carnaval, oito pessoas morreram afogadas no Ceará, nos seguintes Municípios: Fortaleza (Praia de Iracema), Tauá (açude da Vila de Santa Tereza), Guaramiranga(Cachoeira do Cipó), Poranga (Balneário Ponto de Lazer), Chaval (rio), Sobral (Riacho Pajeú), Camocim (Praia de Maceió) e Orós (Rio Jaguaribe).

Com Informações Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários