JPMotos
Efeito da crise econômica: Com alta de desemprego, mais de 140 mil famílias voltam ao programa Bolsa Família
2 de agosto de 2017 às 06:35

Brasileiros retornam ao Bolsa Família devido ao aumento da taxa de desemprego provocado pela crise econômica. O Governo Federal, por sua vez, garantiu que possui orçamento até o final do ano. São 143 mil famílias, além das pessoas que estão na fila de espera.

A lista das famílias que aguardam pelo benefício chegou a estar zerada no primeiro bimestre do ano, mas aumentou gradualmente e atingiu 525 mil.

O secretário do Ministério do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, ponderou que o planejamento da pasta é acabar com a fila agora em agosto: “pessoas que tiverem renda compatível e elegível para comprar entrada no programa entrarão”.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, apesar de a seleção ter se tornado mais criteriosa, fato que gerou o cancelamento de beneficiários, não existe o risco das famílias que se enquadram nas especificações ficarem sem o subsídio. No total a pasta destinou R$ 29,4 bilhões para o programa em 2017.

Alberto Beltrame ainda assegurou que o orçamento é suficiente para zerar a fila e, eventualmente, promover um reajuste, em discussão no Governo.

Atualmente 12,7 milhões de famílias, em situação de pobreza e extrema pobreza, recebem o auxílio no País.

Fnte: Jovem Pan

148 total views, 1 views today

ComentáriosComentários