JPMotos
Festival Expocrato gera empregos e aquece economia do Cariri
10 de julho de 2019 às 08:14
23
Visualizações

A poucos dias de iniciar o maior evento do calendário caririense, a feira agropecuária e festival de música Expocrato, as principais cidades do Cariri começam a sentir novos ares. Clima de festa, de animação, mas também de trabalho duro,  negócios e oportunidades.

Para realizar o maior festival de música do Norte e Nordeste, o Festival Expocrato, as empresas organizadoras Multi Entretenimento e Mega Som trabalham com uma grande e capacitada equipe de profissionais. Estimativas iniciais da produção geral dão conta de 3 mil pessoas, em média, trabalhando todas as noites de shows. 

Uma porcentagem significativa desse total são profissionais da região do Cariri, capacitados e contratados para o evento, gerando oportunidade, emprego e renda para os caririenses. A exemplo dos 20 empreendimentos do ramo de alimentos que estarão promovendo um food park na área de shows, dos quase 100 profissionais de limpeza, 80 agentes da portaria, 55 na emergência médica, 60 contratados para bares, quase 50 em caixas e bilheteria e mais de 20 na segurança patrimonial, entre outras ocupações que esse mega evento proporciona. 

Também houve a capacitação de uma equipe local formada por 12 homens que auxiliam na montagem do evento, através da Arte Produções. “Queremos fomentar o emprego na região e preparar profissionais locais que possam estar conosco ao longo dos anos de Festival Expocrato”, afirma a produtora geral de estrutura, Monique Fernandes.

Para o trabalhador José Alexandre foi uma experiência a mais para reforçar as habilidades e segurança no trabalho. “Trabalho com montagem há anos, mas nunca tive uma capacitação assim. Eles nos deram uma boa oportunidade de aprender”, declara.

ECONOMIA AQUECIDA

No setor de bares e restaurantes, assim como na rede hoteleira e de transportes, contratações extras são anualmente planejadas para dar conta da demanda de procura e trabalho.

Para a Câmara de Dirigentes Lojistas do Crato, a Expocrato sempre foi um Natal fora de época. Mesmo com a  com recessão econômica no país, a taxa de crescimento nas vendas gira em 7% no segmento de moda (vestuário, calçado e acessórios). 

“Quando recortamos o segmento de serviços, como bares, restaurantes e balneários, esse dado aumenta consideravelmente, devido ao grande número de visitantes em toda a região do Cariri”, analisa José Alves Lobo, presidente da entidade da CDL Crato, que ressalta as campanhas e cursos de treinamento realizados no comércio.

E não apenas em Crato, como em Juazeiro e Barbalha. Na Terra de Padre Cícero, a movimentação no centro da cidade já cresceu. Aproveitando as movimentações de férias e festas, a empresária Barbarah Gomes lotou sua loja de roupas com clientela para o lançamento de novas coleções. “Foi um arraso. Este ano as mulheres querem muito brilho e sofisticação para as festas”, comenta.

“Precisamos pensar a economia local de forma integrada e, assim, a Expocrato é muito importante para as vendas regionais”, analisa a diretora de Comércio e Serviços da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte, Josefa Costa.

Por Agência Miséria
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários