JPMotos
Cantor Dedim Gouveia é acusado de agredir seu sanfoneiro após errar música
27 de dezembro de 2017 às 09:45
14
Visualizações

O canto de forró Dedim Gouvéia está sendo acusado de agredir o sanfoneiro de sua banda, Denilson, com um microfone. As acusações partem da esposa do músico, Lú Almeida, que publicou um texto dando sua versão sobre o caso na noite desta segunda-feira (25).

De acordo com a mulher, o seu marido teve a cabeça cortada após o ser atingido com um microfone por Dedim. A postagem diz ainda que o cantor havia errado o tempo da música e o sanfoneiro tocou mais alto para que o forrozeiro pudesse escutar e acertar o tom. “Ele partiu pra cima do meu marido”, diz a postagem.

Com a cabeça sangrando, Denilson foi levado ao Hospital Municipal de Boa Viagem e levou três pontos. Ainda segundo a esposa do músico, ele foi auxiliado por pessoas da plateia que acompanhava, o show.

Até o fechamento desta matéria a produção de Dedim Gouveia não havia se pronunciado sobre o assunto. Confia abaixo, na íntegra, o texto postado por Lú Almeida:

“Foram 7(quase 8 anos de luta, determinação, paciência e muito amor pela profissão, que fez com que meu marido trabalhasse ao lado desse artista (se é que posso chamar assim). Essa noite meu marido foi agredido por esse monstro chamado dedim gouveia, o mesmo arremessou o microfone na cabeça do meu marido que por sua vez indefeso pois estava tocando com a sanfona nos peitos o motivo da agressão foi :. O artista em questão errou a entrada da música e meu marido vendo aquilo,deu um tom maior na sanfona pra ele acompanhar. Ele partiu pra cima dele e arremessou o microfone. Meu marido teve um ferimento na cabeça e levou 3 pontos. Não houve socorro médico por parte desse monstro dedim gouveia. Meu marido teve ajuda dos foliões que ali estavam e que no momento da agressão soltaram vaias e se evadiram da festa.

Meu marido foi pro hospital porque dois anjos o levaram. Ficou abandonado na cidade de boa viagem.

Eu só quero que esse artista pague pelo que fez.

Quero apenas justiça.

Meu marido e um amante da profissão e todos que conhecem sabe da índole dele.”

 
Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Felipe Azevedo/Agência Miséria

ComentáriosComentários