JPMotos
Estadual 2017: Sob vaias e jogando mal, Fortaleza vence Guarani-J no Castelão
19 de janeiro de 2017 às 13:15

20170119084024_6436_capa

A expectativa era de que o torcedor poderia ver um Fortaleza melhor em comparação ao desempenho mostrado contra o Ferroviário no último domingo. Só faltou combinar com a torcida, que quase não compareceu ao Castelão nesta quarta-feira, 18. Os corajosos que arriscaram sair de casa, de fato, viram o Leão vencer o Guarani de Juazeiro.

O belo gol de Gastón Filgueira aos 39 do primeiro tempo foi o único momento capaz de arrancar um sorriso amarelo da arquibancada. Como a partida também valia a Taça dos Campeões 2017, é bem provável que, em 99 anos de história, o Fortaleza não tenha levantado um troféu com tanto anticlímax.

Caras fechadas, sinais de negativo com a cabeça e vaias deram a tônica para um time que repetiu a falta de criatividade ofensiva. No lado visitante, o Guarani também não colaborava muito para fazer com que o nível de jogo – que se arrastou por longos 90 minutos – fosse minimamente aceitável.

Autor do gol, o uruguaio Gastón foi solitário nas tentativas tricolores de fazer algo produtivo. As vaias direcionadas a Felipe no último domingo foram transferidas para o pouco efetivo atacante Juninho Potiguar.

De quebra, o Fortaleza de Hemerson Maria conseguiu tomar vários sustos na hora de defender, deixando o Guarani de Juazeiro perto do empate em muitas situações. O pior para o Fortaleza neste momento é que a insatisfação da torcida com o time não se resume ao fraco desempenho.

No próximo domingo, 22, esse mesmo time tem pela frente o primeiro clássico da temporada contra um Ceará que já aparenta estar um degrau acima. Como se não bastasse, o Leão ainda encara o Bahia na próxima quarta-feira na estreia da Copa do Nordeste. Adversários difíceis em um cenário nada favorável no Pici.

opovo

101 total views, 1 views today

ComentáriosComentários