JPMotos
Flamengo bate Emelec nos pênaltis e avança na Libertadores
1 de agosto de 2019 às 07:00
37
Visualizações

Em uma noite de muita emoção, o Flamengo se classificou para as quartas de final da Libertadores. Na noite desta quarta-feira, no Maracanã, quase 68 mil torcedores foram ao Maracanã acompanhar o jogo de volta das oitavas de final, depois de uma derrota flamenguista por 2 a 0 no jogo de ida. No tempo normal, o Fla venceu o Emelec por 2 a 0 – gols de Gabriel -, levando a decisão da vaga para os pênaltis. Nas penalidades, vitória por 4 a 2 dos comandados de Jorge Jesus, com Diego Alves salvando ao defender um pênalti.

Com o resultado, o Flamengo pegará o Internacional nas quartas de final da Libertadores, com as datas das partidas de ida e volta a serem confirmadas. Pelo Campeonato Brasileiro, o Fla volta a campo no fim de semana – domingo, às 16h, visita o Bahia.

Fla abre o placar com gol de pênalti

Diferentemente do jogo de ida, quando foi derrotado por 2 a 0 e errou muito na formação do Flamengo, Jorge Jesus não inventou nesta volta. O técnico, com isto, fez o Rubro-Negro ter poder defensivo e ofensivo, pressionando desde o minuto inicial para tirar a vantagem acumulada pelo Emelec. E não demorou muito para abrir o placar. Aos sete, Rafinha foi derrubado por Bagüi na grande área. Pênalti marcado. Dois minutos depois, Gabriel cobrou e converteu: 1 a 0.

Gabriel faz o segundo

Artilheiro nato, oportunista, Gabriel carrega por onde passa o cheiro de gol. Embalado, aproveitou recuperação de bola de Bruno Henrique após erro da defesa de Emelec, recebeu na velocidade e estufou as redes do goleiro Dreer, fazendo 2 a 0 para o Flamengo – o 22º gol de Gabriel defendendo o time da Gávea. Em 18 minutos de jogo, os comandados de Jorge Jesus recuperaram a péssima atuação do jogo de ida, deixando tudo igual no agregado. E foi assim que o duelo foi para o intervalo.

Equatorianos seguram

Na volta do intervalo, o Emelec trabalhou mais a defesa, fechando espaços e segurando a força ofensiva do Flamengo. Tudo bem que a criação do Rubro-Negro no segundo tempo não foi lá essas coisas, com as poucas oportunidades ocorrendo com Thuler, aos 15 minutos, livre, Bruno Henrique, aos 38, e Arrascaeta, aos 51… Mas ficou na vitória por 2 a 0 do Flamengo no tempo normal. Como o resultado do jogo de ida foi repetido, a decisão do classificado às quartas sairia nos pênaltis.

Diego Alves brilha nas cobranças

Os mais de 67 mil torcedores que foram ao Maracanã ficaram apreensivos para a decisão nas penalidades. E quem ficou com a vaga foi o Flamengo, vencendo os pênaltis por 4 a 2. Pelo lado do Rubro-Negro, Arrascaeta, Bruno Henrique, Renê e Rafinha converteram. No lado do Emelec, Bryan Angulo e Cortez converteram – Dixon Arroyo parou no goleiro Diego Alves e Queiróz acertou o travessão. 

Terra

ComentáriosComentários