JPMotos
Flu marca nos acréscimos, elimina o Flamengo e vai à decisão
15 de fevereiro de 2019 às 10:31
30
Visualizações

Quando a bola rolou depois de várias homenagens às vítimas da tragédia no Ninho do Urubu, o Flamengo partiu para o ataque, tentando manter a posse de bola nas proximidades da área tricolor. Aos seis minutos, após falta marcada na intermediária, Diego mandou a bomba, mas a bola encobriu o travessão defendido por Rodolfo.

O Fluminense tocava a bola com tranquilidade e só construiu a primeira jogada de ataque aos nove minutos. E após lançamento de Daniel, Everaldo recebeu livre, mas chutou fraco, facilitando a defesa de Diego Alves. Aos dez minutos, a torcida do Flamengo homenageou os dez garotos mortos no incêndio.

O Tricolor tinha mais posse de bola, mas encontrava dificuldades para penetrar na defesa rubro-negra.

Aos 14 minutos, Gabriel descobriu Bruno Henrique na área, mas Airton chegou junto e bloqueou a conclusão do atacante rubro-negro. O Fluminense respondeu com uma cabeçada de Matheus Ferraz que encobriu o travessão de Diego Alves. Logo depois foi a vez de Daniel arriscar, mas a bola passou longe da trave.

Como costuma acontecer nos times dirigidos por Fernando Diniz, o Fluminense ficava muito tempo com a bola nos pés, enquanto o Flamengo tentava quebrar o ritmo do adversário para tentar recuperar a bola e sair em velocidade.

No ataque do Flamengo, Gabriel tentava se deslocar pelos lados do campo para abrir espaços, mas a defesa do Fluminense mantinha os caminhos fechados para o ataque do time da Gávea.

Aos 29 minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Rhodolfo subiu mais do que a defesa tricolor e cabeceou forte, mas o goleiro Rodolfo fez grande defesa, evitando o primeiro gol do Flamengo.

O Fluminense só voltou a aparecer na área do adversário aos 32 minutos, quando Marlon cruzou e Luciano, de costas, cabeceou para fácil defesa de Diego Alves.

Aos 40 minutos, Everaldo trombou com a marcação dentro da área e caiu pedindo pênalti, mas o árbitro nada marcou. Os tricolores pediram a interferência do VAR, mas o juiz mandou o jogo seguir.

Segundo tempo equilibrado e muita emoção no final

O Fluminense voltou para o segundo tempo com o meia Dodi no lugar de Daniel. Aos quatro minutos, após cobrança de escanteio, Gabriel cabeceou e Rodolfo fez a defesa em dois tempos.

O Fluminense assustou aos 11 minutos quando Rodrigo Caio errou o passe e a bola ficou com Tonny González, mas o atacante foi bloqueado por Cuéllar na hora do chute. Três minutos, Everaldo fez bom passe para González. O colombiano invadiu a área e bateu cruzado para boa defesa de Diego Alves.

Mais agressivo, o time dirigido por Fernando Diniz pressionava em busca do gol, principalmente com Everaldo que caía pelas extremas e levava vantagem sobre os marcadores.

O Flamengo só respondeu aos 17 minutos quando Gabriel desarmou Marlon e tocou para Bruno Henrique que concluiu mal e mandou para fora.Depois da parada técnica, a o time dirigido por Abel Braga voltou a ameaçar quando Bruno Henrique cabeceou e Rodolfo defendeu com dificuldade.

O Fluminense também chegou com perigo com Luciano que recebeu de Yonny González e bateu na rede, pelo lado de fora.

A torcida rubro-negra vibrou muito quando o técnico Abel Braga chamou o uruguaio Arrascaeta. Ele entrou na vaga de Éverton Ribeiro que teve atuação apagada. Já Fernando Diniz colocou o meia Marquinhos Calazans no lugar do lateral Ezequiel, tornando o Fluminense mais ofensivo. Logo depois, ele trocou Marlon pelo meia Caio Henrique, deixando a equipe com laterais improvisados e uma formação muito ofensiva.

Aos 36 minutos, Arrascaeta fez ótimo passe para Gabriel que concluiu para defesa difícil de Rodolfo.

Nos minutos finais, o jogo ficou aberto com as duas equipes procurando a marcação do gol da vitória. Aos 42 minutos, Vitinho recebeu de Arrascaeta e concluiu para a defesa de Rodolfo. Os atacantes do Flamengo reclamaram muito do Vitinho porque entravam livres na área tricolor.

Aos 47 minutos, o Fluminense marcou o gol da vitória. Airton desarmou Arrascaeta, lançou Yonny González que cruzou para a conclusão perfeita de Luciano, definindo o resultado da partida.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 1 FLUMINENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 14 de fevereiro de 2019 (Quinta-feira)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Público: 50.211 pagantes
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Silbert Faria Sisquim (RJ) e Michael Correia (RJ)

Cartões amarelos: Cuellar, Éverton Ribeiro, Gabriel, Bruno Henrique, Pará, Vitinho (Fla); Luciano, Everaldo, Digão, Airton, Marquinhos Calazans, Matheus Ferraz (Flu);

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Rodrigo Caio e Renê; Gustavo Cuellar, Willian Arão, Everton Ribeiro (Arrascaeta) e Diego(Vitinho):Bruno Henrique (Uribe) e Gabriel

Técnico: Abel Braga

FLUMINENSE: Rodolfo; Ezequiel (Marquinhos Calazans) Digão, Matheus Ferraz e Marlon (Caio Henrique); Airton, Bruno Silva e Daniel (Dodi); Everaldo, Luciano e Yonny González
Técnico: Fernando Diniz

gazetaesportiva

ComentáriosComentários