JPMotos
Luan faz dois, Grêmio atropela o Zamora e confirma terceira melhor campanha
26 de maio de 2017 às 10:35

O Grêmio não encontrou qualquer dificuldade e atropelou o Zamora na noite desta quinta-feira (25). Na Arena, aplicou 4 a 0 e terminou a fase de grupos da Libertadores como terceira melhor campanha no geral. Agora, espera o sorteio no dia 14 de junho para conhecer seu adversário nas oitavas. Clique aqui e veja os gols da partida.

Ser uma das melhores campanhas garante os jogos de volta das eliminatórias em Porto Alegre. E atrás disso que o Tricolor foi. Precisava apenas de um ponto para se classificar, mas encarou um adversário muito fraco e que deixou a competição sem ponto algum.

Logo de cara ficou evidente a diferença entre as duas equipes. O Grêmio passou a empilhar chances e perder. Mas quando fez o primeiro, enfileirou outros e não teve qualquer dificuldade na partida inteira. No segundo tempo, até reduziu o ritmo, mas seguiu marcando gols.

Dois gols e recordes: Luan brilha pelo Grêmio

Luan marcou duas vezes. Seja na função do centroavante ao aparar cruzamento de Pedro Rocha, ou de pênalti, o gremista de 24 anos brilhou em campo. De quebra ainda igualou Barcos como maior artilheiro da história da Arena. Além disso, chegou a seis gols pelo time azul, branco e preto na Libertadores, passando Renato Gaúcho na artilharia histórica do time no torneio. No segundo tempo, errou um pênalti e poderia ter feito até o terceiro.

Fillipeto sofre com gremistas

Fillipeto sofreu. Levou um elástico de Pedro Rocha, cometeu pênalti em Cortez. O jogador do Zamora penou a cada jogada e foi destaque negativo do jogo.

La Gata Fernández agrada em teste

Contratado no começo do ano como alternativa para criação do Grêmio, Gastón Fernández sofreu com adaptação e lesões. Não conseguiu ter uma sequência de jogos até então e tinha atuado principalmente entre os reservas. Mas nesta quinta-feira, agradou no teste entre os titulares. Deu assistência para gol de Barrios, repetiu assistência no gol de Pedro Rocha e foi ótima alternativa.

Só o Grêmio joga: começa um massacre

Tão logo o jogo começou, iniciou-se um massacre. O Grêmio jogou apenas no campo de ataque, não foi sequer ameaçado vez alguma pelo Zamora. Jogou bem e passou a criar chance após chance. Em 15 minutos, já tinha cinco desperdiçadas. Parecia que quando o primeiro saísse, sairiam vários. E exatamente assim foi. Primeiro com um lindo ´elástico´ de Pedro Rocha na marcação e cruzamento para o gol de Luan. Em seguida com cruzamento de Gastón Fernandéz para gol de Barrios e em seguida com pênalti sofrido por Cortez e gol de Luan. Aos 30, já estava 3 a 0 para o Grêmio. Enquanto isso, o goleiro Marcelo Grohe sequer tocou com as mãos na bola. Só viu um chute que tinha seu gol como alvo, mas foi para fora, aos 32 minutos da etapa inicial.

Não fosse Salazar…

Não fosse o goleiro Salazar, o Grêmio poderia virar o primeiro tempo vencendo por uns seis de diferença. O camisa 1 venezuelano foi responsável por evitar ao menos três chances claras, principalmente em duelos com o centroavante Lucas Barrios. Tamanha disparidade entre os times, o destaque levou três gols em menos de 30 minutos. No segundo tempo, o goleiro ainda pegou um pênalti.

Olheiro do Atlético de Madri

Nas cabines da Arena, um olheiro do Atlético de Madri levado por empresários analisou jogadores do Grêmio. Em viagem ao Brasil, onde observou partidas de Atlético-MG e Palmeiras recentemente, o observador não tinha um alvo específico em mente, mas deve ter gostado do que viu no Tricolor.

Grêmio reduz ritmo e marca de novo

O Grêmio reduziu ritmo no segundo tempo. Os motivos eram evidentes: o jogo estava decidido, o adversário não fazia qualquer frente. E mesmo assim, fez mais um. Pedro Rocha, aos 18 minutos, driblou o goleiro após assistência de Fernández e colocou na rede. No fim do jogo, o Tricolor teve mais um pênalti, sofrido por Fernandinho. Mas Luan bateu e perdeu.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 0 ZAMORA

Data: 26/05/2017 (Quinta-feira)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Árbitro: Juan Albarracin (EQU)
Auxiliares: Ricardo Baren e Flavio Nall (ambos do Equador)
Renda: R$ 617.716,00
Público: 22.435 (total)
Cartões amarelos: Hernandez (ZAM), Gallardo (ZAM)
Gols: Luan, do Grêmio, aos 22 e aos 27 minutos do primeiro tempo; Lucas Barrios, do Grêmio, aos 25 minutos do primeiro tempo; Pedro Rocha, do Grêmio, aos 18 minutos do segundo tempo;

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Léo Moura (Léo Gomes), Kannemann, Pedro Geromel e Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho), Pedro Rocha, Gastón Fernández (Everton) e Luan; Lucas Barrios.
Técnico: Renato Gaúcho

ZAMORA
Salazar; Faria (Gallardo), Fillipeto, Flores e Ovalle; Hernandez, Pinto, Gonzalez e Garcia; Pérez (Mayker González) e Martinez (Moreno).
Técnico: Francisto Stifano

Fonte: UOL

53 total views, 2 views today

ComentáriosComentários