JPMotos
O poker de Neymar já virou rotina
4 de abril de 2018 às 08:37
83
Visualizações

Pela terceira vez seguida a terça-feira à noite de Neymar é de muito poker em um clube da capital paulista. Se recuperando de uma lesão no pé direito, o craque do PSG e da seleção brasileira participou mais uma vez de um torneio regular chamado High Roller com buy in de R$ 1.150,00 e que chegou a um prizepool de aproximadamente R$ 150.000,00, sendo R$ 43.000,00 destinado ao campeão.

De acordo com a cobertura do evento, 93 jogadores estiveram presentes na competição e foram contabilizados 58 rebuys, já que as recompras eram permitidas até o sexto nível. Neymar sentou na mesma mesa que esteve nas outras duas vezes, sempre acompanhado de um segurança particular.

O craque dos gramados teve a companhia na mesa de Stetson Fraha, campeão do Last Shot da WSOP Brasil do ano passado e amigo do jogador desde os tempos que Neymar defendia as cores do Santos. Quem também esteve nessa badalada mesa foi Fabio Freitas, figura regular nos principais campeonatos de poker no mundo, além de Victor Marques, jornalista e narrador especializado no esporte da mente.

Crédito da foto: Redes Sociais

O jogador de futebol mostrou que é um bom visitante e levou um presente. Como forma de agradecimento pela recepção Neymar entregou para a direção do clube de poker uma camisa do PSG autografada. O marketing da casa não quis revelar detalhes da participação do camisa dez no torneio, mas o Grupo Superpoker divulgou uma parada gigantesca envolvendo o astro.

Logo nos primeiros níveis do torneio Neymar foi de all in no flop 952 com todas as cartas de ouros. Stetson Fraha deu call segurando 63 de ouros tendo um flush e David Dayan também colocou todas as fichas no centro da mesa mostrando AA com um às de ouros. Neymar tinha 95 de espadas para dois pares e o turn e o river não reverteram a situação dando um belo pote para Stetson.

Com mais fichas Neymar seguiu no torneio e disputou outra mão. No oitavo nível do torneio, com os blinds em 800/1600 ante de 200 ele deu raise para 3.500 fichas do hijack. Três jogadores pagaram e após o flop sete de copas, dez de espadas e dez de copas a maior esperança do Brasil na Copa do Mundo apostou 6.000 fichas e todos desistiram. Neymar apresentou K9 de copas para uma pedida de flush e puxou o pote.

Crédito da foto: Redes Sociais

Mas a noite de poker de Neymar também teve bad beat registrada pelas redes sociais do jornalista Victor Marques. Com QQ o craque dos gramados encarou o jogador Alberto que estava com 88. A vantagem era ampla para Neymar, porém, um oito apareceu no river e parte das fichas do camisa dez foram para o outro lado da mesa.

O jogador de futebol está mesmo dedicado no poker e obtendo bons resultados, se não ao vivo, ao menos nos feltros virtuais do PokerStars, empresa da qual já foi garoto propaganda. Um dia antes de jogar o torneio no clube ele chegou em 14º no Bounty Builder US$ 530 e em 35º no Hot US$ 55, torneios regulares que contam com a participação de jogadores do mundo todo.

gazetaesportiva

ComentáriosComentários