JPMotos
São Paulo conquista vitória suada sobre o Avaí e desbanca Timão do G4
21 de outubro de 2019 às 04:59
18
Visualizações

O São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time comandado por Fernando Diniz recebeu o Avaí, vice-lanterna da competição, no estádio do Morumbi, e acabou fazendo seu dever de casa, saindo de campo com o importante triunfo por 1 a 0, graças ao gol de Arboleda, que completou 100 jogos com a camisa tricolor.

Com o resultado, o São Paulo ultrapassou o arquirrival Corinthians e se tornou o novo quarto colocado do Brasileirão. Neste sábado, o Timão perdeu para o Cruzeiro em Itaquera, por 2 a 1, e acabou sendo desbancado do G4, grupo que garante vaga direta à fase de grupos da Libertadores.

O próximo compromisso do São Paulo no Campeonato Brasileiro será contra o Atlético-MG, no domingo que vem, às 16h (de Brasília), novamente no Morumbi. O Avaí, por sua vez, terá de recuperar o prejuízo diante do Palmeiras, no mesmo dia, às 18h, na Ressacada.

O jogo – Assim como de costume, o São Paulo foi com tudo para cima do seu adversário no início do jogo. Trocando passes de um lado para outro, o time comandado por Fernando Diniz não deixava o Avaí ameaçar, no entanto, após minutos e mais minutos de controle, também não conseguiu reverter a posso de bola em chances de perigo.

A primeira vez que o São Paulo fez o goleiro rival trabalhar aconteceu aos 17 minutos, quando Luan arrancou no meio-campo, foi se livrando da marcação, invadiu a área e bateu cruzado para a defesa de Vladimir.

A situação ficou mais cômoda ao São Paulo quando Brenner foi expulso após pisar violentamente no tornozelo de Bruno Alves, aos 22 minutos. Em vantagem numérica, o Tricolor tinha tudo para, enfim, abrir o placar, mas o que se viu foi um goleiro Vladimir eficiente para frear o ímpeto dos donos da casa.

Primeiro o goleiro do Avaí trabalhou no chute de Antony, aos 28 minutos, defendendo sem dar rebote. Depois, aos 36, Vladimir teve de se esticar todo para afastar a cabeçada de Vitor Bueno, que ajeitou para Alexandre Pato completar para o gol. Antes de as equipes irem para o intervalo, o camisa 89 do Leão da Ilha ainda usou todo o seu reflexo para defender chute venenoso de Liziero, que contou com o desvio da zaga.

Segundo tempo

O São Paulo voltou para a etapa complementar com uma mudança significativa. Fernando Diniz sacou Bruno Alves e colocou Igor Gomes em campo, abrindo mão de um zagueiro de origem e deslocando Luan para fazer dupla com Arboleda. E assim o time mandante melhorou consideravelmente no jogo.

Logo aos quatro minutos, Antony recebeu passe em profundidade de Igor Gomes e tocou na medida para Pato apenas completar para o fundo das redes, mas o camisa 7 tricolor perdeu um gol inacreditável. Por sorte, no minuto seguinte, Arboleda subiu mais alto que a defesa adversária após cobrança de escanteio e cabeceou sem chance para o goleiro Vladimir, abrindo o placar no Morumbi.

Antes do apito final, Alexandre Pato teve mais uma grande chance de se redimir marcando seu gol, mas não era mesmo o seu dia. Aos 33 minutos, o camis a7 tricolor tabelou com Vitor Bueno e saiu mano a mano com Vladimir, mas viu o goleiro defender seu arremate, levando os torcedores à loucura. Assim, coube ao Tricolor se contentar com a magra vitória por 1 a 0 sobre o Avaí.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 AVAÍ

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 20 de outubro de 2019, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Nailton Júnior de Sousa Oliveira (CE)
VAR: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)
Público total: 20.763 pessoas
Renda bruta: R$ 714.527,00

Gols: Arboleda, aos 5 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Bruno Alves, Daniel Alves, Luan, Antony (São Paulo); Richard Franco (Avaí)
Cartão vermelho: Brenner (Avaí)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves (Igor Gomes), Arboleda e Léo; Luan, Tchê Tchê e Liziero (Hernanes); Antony, Pato (Raniel) e Vitor Bueno.

Técnico: Fernando DinizAVAÍ: Vladimir; Lourenço, Ricardo, Betão e Paulinho (Julinho); Luanderson, Richard Franco e Matheus Barbosa (Marquinhos Silva); Luan Pereira (Douglas), Brenner e Vinícius Araújo.
Técnico: Evando Camillato

ComentáriosComentários