JPMotos
Vilão uruguaio, Muslera acumula falhas semelhantes no gol da seleção
7 de julho de 2018 às 09:00
14
Visualizações

Fernando Muslera terá um dia para se esquecer. O goleiro não segurou o chute de Antoine Griezmann, que deu a vitória à França por 2 a 0 pelas quartas de final da Copa do Mundo. Por mais que seja titular absoluto da Celeste desde 2009, o camisa 1 acumula falhas semelhantes a que teve na partida desta sexta-feira (6).

Em 2010, Muslera tomou dois gols muito semelhantes ao do francês na mesma partida. Durante amistoso contra o Chile, na despedida de Marcelo Bielsa da Roja, o goleiro tentou defender e deixou os chutes de fora da área de Alexis Sánchez e Arturo Vidal passarem. Ambas as bolas entraram na derrota do Uruguai por 2 a 0, em Santiago.

Três anos depois, o goleiro também tomou um gol pela seleção ao rebater a bola de forma equivocada. Após chute de Cesc Fàbregas, Muslera falhou no primeiro dos três gols da vitória da Espanha por 3 a 1, em amistoso.

Antes da falha contra a França, ele também havia deixado a desejar na disputa de terceiro lugar da Copa de 2010. Além de rebater uma bola nos pés de Thomas Müller, para o alemão fazer o primeiro gol de sua seleção, o goleiro também saiu de forma equivocada no segundo tento da equipe europeia. O Uruguai ficou na quarta posição após perder a partida por 3 a 2.

Aos 32 anos, Muslera esteve nas últimas duas Copas como goleiro titular do Uruguai. Ao todo, pela seleção, ele esteve mais de 100 vezes em campo.

O auge da carreira do goleiro no gol da seleção aconteceu em 2011. Ele era titular do time que conquistou a Copa América da Argentina. Contra a seleção da casa, ele ajudou na classificação ao pegar o pênalti de Tevez nas quartas de final.

 

Uol

ComentáriosComentários