JPMotos
Beneficiários do Bolsa Família são investigados pelo MPF
1 de dezembro de 2016 às 07:22

20161130132317_6484_capa

Beneficiários do Bolsa Famíliado, programa do Governo Federal,  estão sendo investigados pelo Ministério Público Federal (MPF). O objetivo é identificar quem está recebendo o benefício indevidamente. De acordo com a investigação, a lista é extensa no Sertão de Pernambuco. As suspeitas começaram depois de um cruzamento entre dados disponibilizados pelo Portal da Transparência e por instituições públicas.

Segundo o G1, cerca de 870 mil beneficiários do programa são investigados em todo o país. Estas pessoas estariam com o perfil econômico bem acima do aceitável para a participação no programa. Em Petrolina são 2.166 recebedores suspeitos, uma soma de mais de R$ 7,2 milhões. Entre esses suspeitos, estão empresários e até servidores públicos.

Em Afrânio, são 406 suspeitos, totalizando mais de R$ 1,5 milhão. Em Dormentes, são 190 suspeitos e R$ 597.343,00. Em Lagoa Grande, existem 366 suspeitos e a soma equivale a mais de R$ 1,5 milhão. Em Santa Maria da Boa Vista, são 739 suspeitos com uma soma de mais de R$ 3 milhões.

“Esses benefícios serão triados, porque às vezes o próprio sistema já detecta esta irregularidade e já cancela. E destes que ainda estão ativos vão ser feitas visitas domiciliares pelos municípios pelas equipes de Assistência Social. Aí vão constatar ou não a irregularidade no benefício”, disse a procuradora da República, Polireda Madaly Bezerra de Medeiros.

Notícias ao Minuto

ComentáriosComentários