JPMotos
Delegado fala sobre suspeito de assassinar Rayane: “Frio, calculista”
1 de novembro de 2018 às 11:29
27
Visualizações

O delegado Rubens José Ângelo concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (31) para falar sobre o caso do assassinato da adolescente Rayane Paulino Alves, de 16 anos, que desapareceu no dia 21 de outubro, depois de sair de uma rave em um sítio. Segundo o delegado do Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes, o segurança Michel Flor da Silva, de 28 anos, é “frio, calculista e sem arrependimento”, descreve. O segurança confessou ter matado a jovem e foi preso na noite de terça-feira (30). “Ele é frio, tranquilo, pensa para falar, não toma medidas precipitadas”, disse o delegado, segundo o G1.

Nas redes sociais, o segurança aparece em fotos com o uniforme de bombeiro civil, com a família e segurando um berimbau, o que indica a prática de capoeira. Segundo a polícia, Michel desacordou Rayane com um “mata-leão”. Como tem curso de primeiros-socorros, o suspeito percebeu a pulsação da adolescente após o golpe e depois a asfixiou com um cadarço.

Ainda segundo seu depoimento, Michel confessou ter matado a jovem após lhe oferecer uma carona. A polícia indica que houve estupro, mas o segurança alega que a relação sexual foi consensual e depois a adolescente “surtou”.

Após o desaparecimento de Rayane, buscas foram feitas por oito dias. Seu corpo foi encontrado em um matagal, em Guararema, em avançado estado de decomposição. A mãe só conseguiu reconhecer o corpo pela cor do esmalte e pela tornozeleira.

NoticiasaoMinuto

 

ComentáriosComentários