JPMotos
Dono de barco naufragado no Pará culpa crise por irregularidade
28 de agosto de 2017 às 08:17

Dono do barco naufragado na última terça-feira (22), no rio Xingu (PA), admitiu que transportava passageiros sem licença e culpou a crise financeira pela irregularidade. O acidente deixou 23 mortos.

Para a Capitania dos portos, o barco iria de Santarém para a cidade de Prainha, mas, na verdade, a embarcação iria até o município de Vitória do Xingu. Um trajeto três vezes maior do que o informado.

O comandante da Capitania Fluvial de Santarém, Ricardo Barbosa, acredita que o dono do barco não indicou o trajeto verdadeiro como uma forma de burlar a inspeção. Em entrevista ao programa Fantástico, da rede Globo, o dono do barco admitiu a fraude.

“Com o percurso mais longo, eu teria que habilitar mais dois tripulantes de carteira”, diz Alcimar Almeida da Silva.

Silva disse que declarava um número de tripulantes indicado para trajetos curtos, mas realizava percursos longos. Ao ser perguntado sobre o motivo, o dono da embarcação alegou problemas financeiros.

“A crise, né? Que a gente tá passando”, diz.

Ainda segundo a reportagem, a embarcação tinha tinha autorização do estado do Pará para transportar passageiros entre municípios.

Noticiasaominuto

98 total views, 1 views today

ComentáriosComentários