JPMotos
Homem mata mulher após briga por causa de barulho de sanfona
16 de julho de 2019 às 10:02
45
Visualizações

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga mais um feminicídio. Desta vez, ocorrido em Lavras, no sul do estado. A vítima é uma mulher de 52 anos, morta pelo próprio marido dentro da residência onde o casal vivia. Irene Aparecida Borges (foto em destaque) foi assassinada a golpes de pedaços de madeira e facas. As informações são do EXTRA.

O crime aconteceu por volta de 20h30 desse domingo (13/07). O acusado, de 64 anos, foi preso em flagrante. Ele disse, em depoimento, que atirou um banco contra a cabeça de Irene durante uma briga.

Afirmou que a confusão começou no momento em que passou a tocar sanfona em casa. A mulher teria se sentido incomodada porque queria assistir TV.

Ele contou ainda aos policiais que, após ficar irritada com o barulho, Irene teria pegado uma faca e, em determinado momento, “para se defender”, atirou o banco de madeira contra ela, em “legítima defesa”. Ele, segundo a polícia mineira, reconheceu a desproporcionalidade de seu golpe, quando confessou o crime.

Após matar Irene, segundo consta o boletim de ocorrência, o homem, que não teve a identidade divulgada, saiu de casa e contou o que fez para um vizinho. A Polícia Militar foi, então, acionada por volta das 20h30. Quando os PMs chegaram ao local, encontraram o autor e, no interior da residência, o corpo da mulher caído ao chão.

A filha da vítima disse que a mãe já havia sido agredida pelo marido, mas não chegou a registrar ocorrência. O homem não tinha passagens pela polícia. Estava desempregado e, segundo os investigadores, tinha ciúmes pelo fato de Irene trabalhar em uma universidade da cidade.

Terra

ComentáriosComentários