JPMotos
Movimentou US$ 100 milhões Três brasileiros são presos por esquema de lavagem de dinheiro nos EUA
30 de agosto de 2017 às 16:19

Três imigrantes brasileiros ilegais foram presos por lavagem de dinheiro nos Estados Unidos. Renato Maia da Silva, de 51 anos, Wesley dos Santos, de 31 anos e Lucas Alves, de 34 anos, são suspeitos de integrar um esquema que movimentou US$ 100 milhões (R$ 315,9 milhões).

Segundo o Burlington County Times, as autoridades de Cinnaminson, cidade do estado de Nova Jersey (EUA), informaram que os três foram pegos com US$ 450 mil (R$ 1,4 milhão) em dinheiro, veículos e outros produtos relacionados com o esquema de lavagem de dinheiro montado na cidade.

O NJ.com informou que, de acordo com o Escritório do Procurador do Condado de Burlington, a polícia começou a investigar o Maia Consulting, empresa que os três trabalhavam, depois de suspeitar que os operadores pudessem estar envolvidos em uma operação ilegal de coleta de cheques.

As autoridades disseram que a investigação mostrou que várias empresas na Costa Leste dos EUA usaram a Maia Consulting para ocultar os pagamentos feitos aos trabalhadores sem registro na área da construção desde o início de 2015. Até US$ 100 milhões foram lavados no esquema, que envolveu cheques da Maia para empresas de construção.

Ainda segundo as autoridades, essas empresas existiam com o único objetivo de ocultar os pagamentos, permitindo que prolongassem o pagamento das obrigações fiscais e as normas trabalhistas.

Os três brasileiros presos na operação são imigrantes sem visto para ficar nos Estados Unidos. Eles terão seus casos analisados pelo Departamento de Segurança Interna do país.

Fonte: UOL

171 total views, 1 views today

ComentáriosComentários