JPMotos
Mulher é presa após receber mais de R$ 60 mil em doações por fingir que filha tinha câncer
16 de agosto de 2016 às 15:52
34
Visualizações

20160816130017_9962_capa

Uma americana que fingiu que a filha, de apenas 4 anos, tinha câncer e, assim, arrecadou mais de R$ 60 mil em doações – incluindo de parentes – foi presa, nesta sexta-feira, na cidade de Enid, em Oklahoma, nos Estados Unidos. Perante um juíz, Jessica Lynn Good, de 32 anos, que havia se apresentado voluntariamente à polícia, confessou a fraude. Segundo o jornal britânico “Daily Mail”, ela enganou até mesmo o marido.

Segundo a publicação, as investigações do caso começaram em julho deste ano, quando o pastor de uma igreja desconfiou da armação da mãe e acionou as autoridades. Atráves de apelos em redes sociais e em sites para arrecadação de dinheiro, a mulher havia comovido internautas e recebido inúmeras doações. Mas pessoas próximas estranharam quando a mãe contou que a menina estava fazendo quimioterapia, mas não estava perdendo cabelo. A menina, segundo a mulher, tinha linfomas e até paralisia cerebral.

Posteriormente, investigadores tiveram acesso aos dados médicos da garota e descobriram a fraude. “Nada indicava que a criança estava tratando um câncer ou mesmo teve a doença”, falou Jack Morris, porta-voz da Polícia de Enid. A mulher chegou a enganar parentes – incluindo o marido – sobre a condição médica da menina.

A polícia local vai apurar agora se a criança também sofreu abuso psicológico. A mulher responde pelo crime de fraude, mas outras acusações poderão ser feitas posteriormente.

As páginas de arrecadação de fundos para menina, após a revelação da fraude, foram tiradas do ar.

Fonte: Extra Online

ComentáriosComentários