JPMotos
‘Parou um carro e atirou em uma porção de pai de família’, diz vítima de chacina em bar de São Gonçalo
27 de maio de 2019 às 08:56
33
Visualizações

Imagens feitas momentos antes da chegada de um atirador em um bar em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, no início da noite deste domingo (26) mostram os frequentadores dançando e se divertindo. Onze pessoas foram atingidas: quatro morreram e sete ficaram feridas.

“A minha sorte era que eu estava em pé, indo ao banheiro, e consegui me esconder no banheiro. Não foi nada. A gente só estava terminando e ia em casa. Ninguém viu nada”, lembrou uma das vítimas, que foi atingida na perna.

“Parou um carro e atirou em uma porção de pai de família. Se acontecesse dez minutos antes a tragédia seria dez vezes pior. Isso é o Rio de Janeiro, é o Brasil, é São Gonçalo. Largados” destacou.

Outra vítima só lembra de ouvir os tiros.

“Corri para dentro do vestiário e já senti que estava baleado”, diz. “É algo inexplicável, nosso grupo tem mais de 50 anos.”

Janete aparece dançando em vídeo feito antes do ataque ao bar — Foto: Reprodução/TV Globo

Janete aparece dançando em vídeo feito antes do ataque ao bar — Foto: Reprodução/TV Globo

As vítimas foram levadas para o pronto-socorro central da cidade e para o Hospital Estadual Alberto Torres.

Segundo relatos de frequentadores, a região tinha assaltos recorrentes, mas nunca tinha ocorrido uma chacina.

“Era uma reunião de amigos. Confraternização de 30 anos. T odo mundo de bem, trabalhador. Só família… marido, esposa, filhos…”, afirma uma das vítimas.

De acordo com a perícia inicial da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, que cuida do caso, a maior parte das vítimas foi atingida abaixo da cintura.

Os policiais tentam identificar o atirador e a motivação do crime.

Frequentadores de bar onde ocorreu chacina se divertiam momento antes do crime — Foto: Reprodução

Frequentadores de bar onde ocorreu chacina se divertiam momento antes do crime — Foto: Reprodução

Mortos

  1. Fábio Rosa de Souza, de 41 anos;
  2. Valdir Pinto Oliveira Sobrinho, de 60 anos;
  3. Janete Bezerra dos Santos Ribeiro, de 59 anos;
  4. José Luiz Caetano, conhecido como Pepe.
Fábio Rosa, Waldir, Janete e Pepe, mortos na chacina de São Gonçalo — Foto: Reprodução/TV Globo

G1

ComentáriosComentários