JPMotos
Suspeito de agredir mãe e filha a marretadas após post é preso
4 de junho de 2019 às 05:55
42
Visualizações

A Polícia Civil localizou e prendeu o encanador José Diógenes de Andrade, de 47 anos, apontado como principal suspeito de agredir a marretadas Luziane de Jesus Silva, de 38 anos, e a filha, Mirella Silva de nove anos. O crime teria acontecido após um ataque de fúria provocado por conta de uma publicação feita pela mulher nas redes sociais. As duas continuam internadas em estado grave.

Mãe e filha foram agredidas na manhã de domingo (2), na casa da família, na Vila Ponte Nova, na Área Continental da cidade. Segundo testemunhas, a agressão ocorreu por ciúmes do homem depois de uma publicação feita por Luziane nas redes sociais. Os dois estavam separados há algumas semanas.

Por volta das 14h da tarde desta segunda-feira (3), Diógenes foi localizado por investigadores da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), por onde o caso é investigado. Segundo apurado pelo G1, ele estava escondido na casa de uma irmã, no bairro Esmeralda, em Praia Grande, e não resistiu à abordagem, sendo detido sem qualquer tipo de reação.

Preso, ele foi levado para a sede da DDM do município, onde deverá ser ouvido pela delegada Karla Cristina Martins Pereira, responsável pelo caso, ainda na tarde desta segunda-feira. Até a publicação desta matéria, não havia informações sobre a versão do suspeito sobre a real motivação do crime.

O crime

Foi o segundo filho do casal, um adolescente de 13 anos, quem conseguiu correr e pedir ajuda aos vizinhos logo após o pai atingir a mãe e a irmã na cabeça com uma marreta. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Polícia Militar foram acionadas e, em seguida, o encanador fugiu.

Ambas foram socorridas e levadas para o Hospital Municipal da cidade. Luziane precisou ser submetida a uma cirurgia de emergência, já que teve fraturas no rosto, cabeça e afundamento do crânio. Após o procedimento, ela permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade em estado grave.

Já Mirella foi transferida para a UTI pediátrica do Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande. A unidade não divulgou informações sobre o estado de saúde da menina, mas apesar dos ferimentos, a criança segue fora de risco e reagindo bem aos medicamentos administrados.

A cunhada de Luziane está responsável por acompanhá-la, e o adolescente de 13 anos está sob os cuidados da família materna. O Conselho Tutelar de São Vicente já informou à Vara da Infância e Juventude de São Vicente todos os trâmites feitos ao longo do ocorrido.

Fonte: G1

ComentáriosComentários