JPMotos
Cinturão das aguas a passos lentos no Ceará
25 de janeiro de 2016 às 16:48

O Governador do Estado do Ceará admitiu a redução no ritmo trabalho das obras do ‘Cinturão das Águas’ no estado. Camilo Santana (PT) disse ainda que não há perspectiva exata sobre a retomada no ritmo normal do andamento do projeto devendo aguardar a conclusão da obra da transposição para só então voltar a normalidade.

A declaração foi feita durante estada de Camilo na Região do Cariri, onde cumpriu agenda durante o último fim de semana.

A obra que deveria interligar as bacias, sendo alimentado, também, pela transposição do Rio São Francisco para que se diminuam os impactos da seca no Estado. Mas de acordo com o próprio Governador foi firmado um pacto com a presidente Dilma Rousseff (PT) para priorizar a transposição. “Não adiante executar a obra do cinturão sem a transposição está pronta. Por isso diminuímos o ritmo.”, disse Camilo.

Ele informou ainda que com o corte de verbas do Governo Federal e com o recurso que está sendo disponibilizado pelo próprio estado só está sendo executado um pequeno trecho da obra. “Com o dinheiro que está vindo do governo e com a minha contrapartida, nós estamos realizando um trecho da obra de 38 km em Jatí.”, finaliza.

A obra que já teve quase 150 km de extensão está reduzida a 30 km. A expectativa que o governador disse ter é que até o final de 2016 esses primeiros 30 km sejam concluídos. Já o restante da obra deve aguardar que o governo federal melhore a economia do país para que então possa ter seguimento.

169 total views, 1 views today

ComentáriosComentários