JPMotos
Falta de oportunidades: Por segurança de cargo público, funcionários com ensino superior trabalham como gari em Barbalha
2 de fevereiro de 2017 às 13:38

20170201121437_9277_capa

Parte considerável dos 120 garis aprovados em Concurso Público na cidade de Barbalha no ano passado, tem ensino superior completo ou está matriculada em algum curso de graduação. A seleção foi realizada sob o edital 001/2015. A Prefeitura Municipal não soube informar a quantidade exata dos aprovados que possuem graduação.

O Miséria esteve na cidade para conversar com alguns dos que agora seguem carreira pública como agentes de limpeza. Mesmo diplomados, eles sustentam o discurso de que preferem a segurança de um concurso municipal, apesar de exercerem uma função diferente de suas áreas de formação.

Um dos garis, que não quis ser identificado, é pedagogo mas nunca atuou na área. O homem, de 42 anos, diz que viu no concurso a possibilidade de estabilidade financeira, diferente de um emprego comum como funcionário de empresa privada. Apesar de não exercer sua profissão, ele se diz satisfeito com o cargo e declara que continua estudando para participar de futuras seleções.

Outro caso é de um agente de limpeza urbana que também preferiu não divulgar o nome. Ele é historiador, tem curso técnico de Auxiliar de Pessoal e está cursando Mestrado em Administração e Logística. Ao ser questionado se sua provação tira a oportunidade dos que não puderam se preparar tanto, ele rebate e diz que a seleção foi aberta para todos e que as oportunidades foram iguais.

Assista o vídeo:

25 total views, 1 views today

ComentáriosComentários