JPMotos
Óleo retirado de mar no Ceará é queimado em forno próprio para combustão, segundo governo do estado
8 de outubro de 2019 às 16:02
16
Visualizações

As manchas de óleo que atingiram o mar do Nordeste desde o início de setembro estão sendo recolhidas do mar e sendo queimadas em um forno licenciado para o tipo de combustão, segundo informou o governo do Ceará. Em reunião na tarde desta terça-feira (8), o governo ressaltou que está dispondo de todos os recursos para atenuar os impactos do óleo derramado no mar. O encontro aconteceu na sede da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema).

Na quarta-feira (9) e na quinta-feira (10), segundo o governo do Ceará, serão realizados sobrevoos em todo o litoral para observar possíveis ocorrências de mancha de óleo próximo à costa, com a participação de técnicos da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e representantes de ONGs ligadas ao meio ambiente.

Também será feito vistorias de todo o litoral por terra, para observar a ocorrência de mancha de flocos de óleo nas praias, com o apoio do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), Corpo de Bombeiros e da Sema; e limpezas na praia da Sabiaguaba, em Fortaleza, para a retirada do óleo que ainda resiste na faixa do litoral.

Manchas de óleo no mar

As manchas de petróleo que têm aparecido em praias do Nordeste já atingiram 132 localidades em 61 municípios de 9 estados. De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), a mesma substância está poluindo a costa brasileira. Trata-se de petróleo cru, e não de um produto derivado do óleo.

Em nota, a Petrobras afirma que o material não é produzido pela companhia. “A análise realizada em amostras atestou, por meio da observação de moléculas específicas, que a família de compostos orgânicos do material encontrado não é compatível com a dos óleos produzidos e comercializados pela companhia”. Os testes foram feitos no Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), no Rio de Janeiro.

Golfinho encontrado morto

No último sábado (5), um golfinho foi encontrado morto com manchas de óleo na orla da Praia da Taíba, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Fortaleza. O animal foi resgatado pela prefeitura do município. O animal tinha manchas de óleo na boca e nas nadadeiras.

De acordo com um relatório do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), pelo menos quatro animais já foram resgatadas atingidos pelo material oleoso no Ceará. Há registros de manchas de óleo em pelo menos 124 praias em todos os estados do Nordeste.

*Sob supervisão de Ranniery Melo, do G1 Ceará

ComentáriosComentários