JPMotos
R$ 1,7 milhão: Governo do Ceará quer doar dinheiro público para clubes de futebol
3 de novembro de 2016 às 09:01

20161102111550_6330_capa

Em meio a uma gravíssima crise financeira e uma seca implacável, o Governo do Ceará resolveu doar R$ 1,7 milhão do contribuinte cearense para clubes de futebol profissional do Estado. Creiam!

A inacreditável Mensagem assinada pelo governador Camilo Santana começou a tramitar ontem na Assembleia Legislativa. A proposta significa transferência direta de dinheiro público para instituições privadas.

São R$ 600 mil para o Ceará Sporting, R$ 500 mil para o Fortaleza e outros R$ 600 mil divididos em partes iguais para o Icasa, Guarani de Juazeiro e Uniclinic. Os clubes participaram das séries B, C e D do campeonato brasileiro.

A justificativa da Mensagem diz que o ratio legis da propositura é “fomentar o futebol cearense, mediante o incremento de recursos para viabilizar as condições operacionais de cada equipe em disputa no âmbito nacional”.

Por ratio legis entenda-se “razão da lei”. Não há razão plausível nessa estrovenga. A proposta é imoral e cínica por não ter nenhum fundamento no interesse público. Um desrespeito aos cidadãos, incluindo os que pagam ingressos para assistir memoráveis peladas.

Talvez seja a mesma ratio legis que levou Paulo Maluf a distribuir fusquinhas para os jogadores campeões de 1970. Nesse caso, pelo menos havia ratio craques.

A proposta zomba dos contribuintes e nos faz desconfiar que o governador tem pouco zelo com o suado dinheiro que sai do bolso dos cidadãos direto para o cofre do Estado.

Fonte: Blog Fábio Campos no O Povo

ComentáriosComentários