JPMotos
Pastor da região de Cajazeira acusa padre de invadir culto com carro, derrubar cadeiras e ferir uma irmã; Religioso nega, diz que não faria isso; “Somos todos irmãos em Cristo”
5 de março de 2016 às 11:45

Padre_Cleides“Não teve decência de pedir para passar, de baixar o som do carro. Foi logo invadindo”. Reclamou o pastor que acusou o religioso

O Pastor Fernando Barbosa, da Igreja o Brasil para Cristo da cidade de Uiraúna, Sertão do estado fez um desabafo no seu diário, apresentado de segunda a sexta-feira em uma rádio local contra o pároco da Sagrada Família, Padre Domingos Cleides Claudino.

Segundo Fernando, o padre foi desrespeitoso e “invadiu” com o seu veículo de som o local onde estava sendo realizado um culto. Ele explicou que as pessoas tiveram que retirar as cadeiras repentinamente somente para Domingos Cleides passar com o carro fazendo propaganda.

A queixa do pastor, segundo ele, é uma senhora que assistia ao culto ainda se feriu no momento que o religioso ia passando e bateu na cadeira que ela estava sentada. “A irmã Nenem teve sua perna machucada.

Segundo Fernando, o padre foi mal educado e anticristão: “Não teve decência de pedir para passar, de baixar o som do carro. Foi logo invadindo”.

De acordo com o pastor, até fieis católicos que presenciaram a cena condenaram a atitude de Domingos Cleides.

“Pedimos que se desculpe porque nunca atrapalhamos suas missas quando você faz fechando as principais ruas da cidade. Ficamos em repúdio a sua atitude”, exigiu o representante dos evangélicos.
O culto foi realizado nesse domingo (28), em um das ruas da cidade de Uiraúna.

O outro lado
Padre Domingos Cleides Claudino negou a invasão a manifestação religiosa e contou que só passou pela rua porque era o único acesso a capela, a qual se dirigia fazendo propaganda pastoral, mas assegurou que baixou o som e pediu para passar. “Seria incapaz de fazer uma coisa dessa. Somos todos irmãos”.

Ele disse respeitar os irmãos e estar de braços abertos para todos, pois a Igreja Católica busca a unidade de todos os cristãos e afirmou que está disposto a pedir desculpas ao pastor, caso queira.

COM PARCERIA DIÁRIO DO SERTÃO

434 total views, 2 views today

ComentáriosComentários