JPMotos
“A pena deles quem vai completar é Deus”, diz mãe da travesti Dandara após julgamento
7 de abril de 2018 às 10:30
71
Visualizações

A mãe da travesti Dandara dos Santos, Francisca Ferreira, considerou baixa as penas concedidas aos assassinos da filha, morta em fevereiro de 2017. A Justiça condenou cinco envolvidos na morte, com penas que variam de 14 a 21 anos de prisão.

“A pena deles quem vai completar é Deus”, disse a mãe da travesti após o julgamento.

As penas foram anunciadas pela juíza já de madrugada desta sexta-feira (6), após mais de 15 horas de julgamento.

Francisco José Monteiro Oliveira foi condenado a 21 anos de prisão. Ele confessou ter dado os dois últimos tiros em Dandara e chegou a pedir desculpas aos familiares da vítima.

Jean Victor Silva Oliveira, Rafael da Silva Paiva e Francisco Gabriel Campos dos Reis pegaram 16 anos por participarem do espancamento. Isaías da Silva Camurça recebeu 14 anos e seis meses por ter xingado a vítima. Todos cumprirão pena em regime fechado.

“Todos os acusados tiveram reconhecidas contra si a qualificadora da torpeza pela motivação transfóbica”, ressaltou o advogado de acusação, Hélio Leitão. A defesa dos réus não concedeu entrevista, mas disse que vai recorrer da sentença. Outros três homens ainda não foram julgados pela morte de Dandara.

Tribuna do Ceará

ComentáriosComentários