JPMotos
Ação rápida da Guarda Municipal e da Polícia Civil resgata garota sequestrada e prende a chefe da quadrilha
4 de abril de 2019 às 05:00
41
Visualizações

Arkelina 20

Larissa Silva de Brito, a “Arlinda”, 20, comandou o sequestro da menor e acabou presa

Uma garota de apenas 20 anos de idade, integrante de uma facção criminosa, foi presa numa operação da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) em conjunto com a Polícia Civil, nesta terça-feira (2), na zona Sul de Fortaleza. A ação rápida das autoridades impediu que um grupo de bandidos liderado por Larissa Silva de Brito, conhecida como “Arkelina”, assassinasse uma adolescente de 16 anos que havia sido seqüestrada e era mantida em cárcere privado para ser torturada e morta.

A denúncia do seqüestro da menor chegou ao conhecimento de guardas municipais que atuam na Torre de Vigilância do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), instalada no Jangurussu. Imediatamente, eles comunicaram o fato aos policiais do 30º DP (São Cristóvão).

A operação foi montada rapidamente e as equipes do Grupo de Operações Especiais (GOE)< da Guarda Municipal; e os inspetores do 30º DP resgataram a garota seqüestrada. Ela era mantida em cárcere privado no apartamento onde “Arkelina” mora, no Condomínio José Euclides Ferreira Gomes, do projeto “Minha Casa, Minha Vida”, no bairro Jangurussu.

“Arkelina” foi presa em flagrante. A acusada vai responder pelos crimes de associação criminosa, seqüestro e cárcere privado. Segundo a Polícia, ela já possui histórico criminal, com passagem pela Polícia por delitos como furtos e tráfico de entorpecentes.

A Polícia agora tenta prender o restante da quadrilha que seria ligada a uma facção criminosa com atuação no Condomínio José Euclides, no Jangurussu.

Com Informações Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários