JPMotos
Acusado de assalto troca tiros com a PM no momento da fuga e tomba morto em Milagres
9 de junho de 2016 às 11:56

20160609111628_3614_capaExatos dez dias após e um novo homicídio foi registrado em Bandido e mrto em Milagres, sendo, desta vez, numa troca de tiros entre policiais militares e um acusado de envolvimento com assaltos e o tráfico de drogas. Por volta das 9 horas desta quinta-feira Ezequiel Macedo dos Santos, de 34 anos, que residia na Travessa Padre Cícero, 246 naquele município, tombou morto momentos após tentar assaltar uma loja perto de sua casa. A polícia chegou na hora e o acusado atirou para dispersar os PMs e conseguir furar o cerco.

Houve revide quando Ezequiel caiu de sua moto e ainda foi socorrido ao hospital local, mas faleceu em virtude dos ferimentos à bala nas pernas e tórax. O parceiro que estava na garupa da moto conseguiu fugir e foi identificado apenas por “Júnior”. Recentemente, Ezequiel ganhou liberdade da cadeia pública de Milagres e, segundo a polícia, era acusado de assaltos a mão armada na cidade e respondia por crimes de porte e posse ilegais de arma de fogo.

Além disso, era suspeito de ser um comparsa ativo de “Rafael”, apontado como um dos principais traficantes da região o qual está preso na Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC) em Juazeiro. Em poder de Ezequiel, os policiais apreenderam uma pistola 765 tendo ainda cinco cartuchos intactos no carregador e uma moto Honda CG 150 de cor cinza, cuja placa OEZ-1424, inscrição de Sousa (PB), foi encontrada na casa dele juntamente com quatro trouxinhas de maconha e 21 pedras de crack.

Foi o primeiro homicídio do mês de junho em Milagres e o terceiro do ano no município. O último aconteceu na noite do dia 30 de maio tendo como vítima Rogério Macário Belém, de 29 anos, morto com quatro tiros por dois homens que se aproximaram da vítima num carro de cor vermelha. O crime aconteceu perto da casa dele na Vila Padre Cícero às margens da BR-116 e Rogério ainda foi socorrido, mas faleceu a caminho do hospital. Ele era de Goiânia (GO) e não tinha passagens pela polícia.

 

Com parceria Miseria

212 total views, 1 views today

ComentáriosComentários