JPMotos
Acusado de crimes em Campos Sales foi morto a tiros esta noite perto de um rodeio
20 de novembro de 2018 às 09:00
62
Visualizações

Cerca de 40 dias após um novo homicídio foi registrado em Campos Sales na região do Cariri. Por volta das 23h30min desta segunda-feira o estivador Damião Ribeiro de Oliveira, de 29 anos, apelidado por “Figueroa”, que residia na Rua Nossa Senhora Aparecida (Bairro Barragem) naquele município, foi morto a tiros. O crime aconteceu no Canal do Bairro Aparecida próximo ao local de um Rodeio da Companhia de Rodeio Espora de Prata, onde a vítima se encontrava à pé.

Um dos disparos atingiu Figueroa na testa causando sua morte e ali estiveram patrulhas com os Sargentos Erisvalto, Vieira e Edinilton, o Cabo Israel e os Soldados Rocha e Geidson. Eles tomaram conhecimento que os acusados estavam encapuzados e se aproximaram da vítima numa moto Yamaha YBR de cor vermelha os quais já foram atirando. Segundo testemunhas, os suspeitos seriam os irmãos apelidados por “Leleco” e “Zoinho” residentes no Sítio Lagoa dos Crioulos na zona rural de Salitre.

A mãe deles é dona de um bar na Rua Coronel Baleco, mora em Campos Sales e uma pessoa informou para a PM que a dupla já tinha procurado Figueroa mais cedo em sua casa. A vítima respondia dois procedimentos por lesões corporais contra mulheres, outro por resistência e danos ao patrimônio público e mais um como testemunha de um homicídio em Campos Sales.

Este foi o primeiro homicídio do mês de novembro em Campos Sales e o nono de 2018 no município ou 40% em relação aos 15 registrados no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha acontecido no dia 8 de outubro quando o crediarista José Cosmo Pereira Honorato, de 38 anos, foi morto a tiros na calçada de uma casa na Rua do Fuso no bairro Guarani, onde morava. Cosmo morava em Juazeiro, tinha se mudado para Campos Sales há 15 dias e se envolveu num conflito quando residiu em São Paulo.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários