JPMotos
Acusado de crimes em Juazeiro morre em troca de tiros com a polícia potiguar
13 de setembro de 2019 às 03:59
87
Visualizações

O ex-presidiário Francisco Emerson Gomes da Rocha, de 31 anos, que residiu no bairro João Cabral em Juazeiro do Norte, morreu num confronto com policiais civis de Parnamirim (RN) na manhã desta quarta. No Rio Grande do Norte o mesmo era apelidado por “Ceará” e, aqui, era conhecido por “Maguila”. Em Juazeiro, ele e o seu irmão tinham sido condenados por um crime de lesão corporal contra Josemar Rodrigues de Sousa na Avenida Ailton Gomes no bairro Pirajá.

No ano de 2014 os dois foram presos praticando furtos em automóveis no estacionamento do Cariri Garden Shopping com um equipamento que impedia a trava dos carros. Na troca de tiros com a polícia potiguar outro homem foi morto e três suspeitos presos em Nísia Floresta. O grupo teria participado da explosão a um carro-forte em Bom Jesus. O juazeirense é apontado como mandante do assalto ocorrido na semana passada que terminou com a explosão de um carro-forte na BR-226.

Após o confronto em Parnamirim, outros dois homens e uma mulher foram presos em Nísia Floresta, ainda na região metropolitana da capital potiguar. Dois revólveres, uma espingarda calibre 12 e um carregador de fuzil foram apreendidos com o grupo, além de várias cédulas de R$ 100,00 e muitas das notas com marcas de queimaduras. “Ceará” e o outro baleado ainda foram socorridos ao Hospital Regional Deoclécio Marques, mas não resistiram aos ferimentos.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários