JPMotos
Acusado de degolar o pescoço de um menor em Juazeiro já matou um guarda e foi preso em Barbalha
2 de junho de 2017 às 08:39

A polícia esclareceu o assassinato do adolescente Luiz Manoel Rodrigues Bento, de 17 anos, que residia na Avenida Carlos Cruz, 889 (Pio XII) em Juazeiro e o acusado do crime já está preso. O corpo da vítima foi encontrado com a cabeça decepada em um matagal na Rua Francisco Martins de Sousa no bairro Frei Damião na noite de segunda-feira (29). Entretanto, a polícia já sabe que o mesmo foi morto na madrugada daquele dia após retornar da abertura da festa em louvor a Santo Antonio em Barbalha.

Por volta das 13 horas desta quinta-feira o diretor do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa da 20ª DRPC, Delegado Giovani Aquino, comandou a prisão de Antonio Cláudio Jacó da Silva, de 36 anos, o “Mermeu”, que já responde por crimes de latrocínio, tráfico de drogas, assaltos, furtos, receptação, crimes de trânsito, porte ilegal de arma de fogo e danos em Crateús, Sobral e Juazeiro. Trata-se de um ex-presidiário residente no bairro Jardim Gonzaga em Juazeiro.

A prisão aconteceu na Rua Zuca Sampaio imediações do Fórum de Barbalha no bairro Santo Antonio e os policiais civis encontraram com “Mermeu”. Com ele, o delegado e inspetores encontraram uma bolsa contendo vários papelotes de cocaína dentro de uma toca preta. O mesmo é considerado foragido da Comarca de Crateús onde matou um Guarda Municipal para roubar e tem contra si um mandado de prisão em aberto.

A princípio, sua custodia se dá por conta do crime de tráfico de drogas pelo qual foi indiciado em Inquérito Policial, mas o Delegado Giovani Aquino já adiantou que vai pedir sua prisão preventiva junto ao poder judiciário para responder pelo homicídio. “Mermeu” nega envolvimento no assassinato de Luiz Manoel, porém a polícia diz não ter dúvida da autoria delitiva e vai indiciá-lo no Inquérito que apura o crime por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e a forma cruel decepando a cabeça).

Segundo o que foi apurado pelo delegado e sua equipe de investigadores, a motivação do crime seria passional já que Luiz Manoel estaria mantendo um romance com a esposa de “Mermeu”. Inclusive, a vítima e a garota estiveram juntas participando do cortejo do Pau da Bandeira em Barbalha juntamente com uma amiga dela. No retorno, estavam seguindo para a residência desta última sem saber que “Mermeu” se encontrava de tocaia.

Ao se deparar com Luiz, o acusado passou a atirar quando a vítima correu para o matagal e as mulheres adentraram o imóvel. “Mermeu” acompanhou seu rival e concluiu a execução. Depois foi ao encontro da companheira, agrediu a mesma e a levou consigo. O casal estaria tramando fuga para São Paulo, sendo ele por conta do homicídio e a esposa devido a supostas ameaças feitas por familiares da vítima.

“Mermeu” tinha apenas 23 anos quando praticou um assalto contra Paulo Agamenon Araújo em março de 2004 no município de Crateús. Já no dia 18 de abril de 2009 policiais rodoviários federais prenderam o mesmo e o seu comparsa Anderson Bruno Soares Silva, então com 21 anos, em Cocal de Telha (PI). Na BR 343 os agentes mandaram parar a moto Honda CBX 250 Twister e a dupla tentou fugir, mas foi perseguida e presa já perto da cidade de Capitão de Campos (PI)

Os dois estavam com três revólveres calibre 38 municiados e a moto tinha sido roubada no dia anterior em Crateús. No dia 7 de novembro de 2010 “Mermeu praticou um crime de lesão corporal em Sobral acompanhado de mais dois comparsas, enquanto em maio de 2011 cometeu crime de danos contra o estado em Crateús. Já no dia 22 de janeiro de 2013 novo crime de danos em Juazeiro em cujo Inquérito Policial foi indiciado juntamente com Jonatan Marcos de Oliveira Silva e Antonio Marcos da Silva.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

327 total views, 1 views today

ComentáriosComentários