JPMotos
Acusado de estelionatos em Juazeiro e Crato é preso de novo se passando por advogado
1 de julho de 2018 às 07:53
134
Visualizações

O ex-presidiário José Márcio Souza Bezerra, de 33 anos, foi novamente preso na noite desta sexta-feira sob a acusação de crimes de estelionato quando costuma se passar por advogado para praticar golpes. Ele mora na Rua Cícero Lobo (Bairro Muriti) em Crato e foi preso naquela cidade por uma patrulha comandada pelo Tenente Ronaldo com o apoio de militares da Força Tática após receberem informações do Serviço de Inteligência.

Ele é acusado de uma série de crimes de estelionato contra pessoas e estabelecimentos comerciais e empresariais em Juazeiro e Crato. Sua última prisão aconteceu no dia 21 de agosto após cometer crime de estelionato contra José Gomes Bezerra, de 54 anos, residente no bairro Timbaubas em Juazeiro. A polícia soube pela vítima que José Márcio se apresenta como advogado e pratica golpes e que o mesmo se encontrava bebendo na Rua Moésio Souza Silva (São José) em Juazeiro.

Naquele dia e com a chegada da polícia, ele ainda tentou fugir pelos fundos do estabelecimento, pulando muros da vizinhança, mas terminou preso na Rua Iderval Ramos Pedroso. Se passando por advogado, o acusado liga para vítimas informando sobre suposto prêmio de uma moto no sorteio de um programa, sendo que, para retirar o prêmio, teria que pagar a quantia prévia de R$ 1.000,00. Isso aconteceu com o motoxista José Gomes o qual terminou enganado e recorreu à polícia.

Nas comarcas de Crato e Juazeiro tramitam várias ações penais por crimes de estelionato apontando José Márcio como acusado. A primeira delas protocolada no dia 27 de janeiro de 2009 em Crato e teve como vítima Ana Carolina da Silva. Um Auto de Prisão em Flagrante no dia 8 de agosto de 2010 em Crato após fazer 14 vítimas. Outro APF em Juazeiro no dia 6 de junho de 2011 vitimando Erica Silva e Marlene Gomes.

Já um Inquérito Policial em Juazeiro do Norte, no dia 4 de fevereiro de 2013, aponta com vítimas Milena Loureiro e Carlos Antonio de Souza. Outro Auto de Prisão em Flagrante (APF) foi protocolado na Comarca de Juazeiro no dia 27 de junho de 2014, citando Giovanni de Carvalho como enganado por José Márcio e mais uma vítima, em 9 de março de 2016 na mesma cidade, foi Elson Santana.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários