JPMotos
Acusado de homicídio na Paraíba foi morto a tiros esta noite numa cadeira na calçada de sua casa em Mauriti
15 de outubro de 2016 às 10:49

20161014140039_4890_capa

Mais um homicídio foi registrado no município de Mauriti. Por volta das 18h30min desta quinta-feira, na Rua Salvelina de Morais, 12 (Bairro Bela Vista), Marleno Gonzaga de Souza, de 34 anos, ali residente, estava sentado numa cadeira de balanço na calçada de sua casa quando foi surpreendido por dois homens que chegaram em um veiculo Fiat Palio de cor chumbo os quais já foram atirando causando sua morte no local. Segundo a polícia, a vítima possuía um mandado de prisão em aberto por conta de um homicídio e um crime de lesão corporal em Ibiara (PB).

No último dia 12 de março, o mesmo foi condenado à revelia a 26 anos de prisão em Conceição (PB) pelo Tribunal do Júri, sendo 16 anos pelo homicídio qualificado e mais 10 anos e 4 meses pela lesão corporal. Os crimes ocorreram no dia 1º de janeiro de 2009 em Ibiara matando Francisco Salto Caú, enquanto Deolina Demésio Caú saiu lesionada com dois tiros nas costas, mas escapou após uma cirurgia. Diligencias foram feitas pelo Sargento Lucinaldo e o Cabo Melo sem o êxito de localizar os acusados.

Este foi o terceiro homicídio do mês de outubro em Mauriti e o décimo primeiro de 2016 no município, onde igual quantidade de pessoas tombou morta no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha ocorrido terça-feira (11) tendo como vítima o segurança e ex-funcionário da cadeia pública de Mauriti José Barros da Silva, de 56 anos, o “Zezão”, que foi morto a tiros. Ele morava na Rua João Lucena, 402 (Bairro São Francisco) em Brejo Santo e seguia na direção de Mauriti pilotando sua moto.

Com Parceria Site Miseria

217 total views, 1 views today

ComentáriosComentários