JPMotos
Administração de edifício deverá ser indiciada pela morte da agente que caiu no fosso do elevador
31 de janeiro de 2019 às 06:01
28
Visualizações

Mulher morta no elevador

A agente comunitária era também torcedora do Fortaleza. Maria teve morte trágica no condomínio

Pimentel

Uma equipe da Perícia Forense esteve no prédio onde aconteceu a morte da servidora 

A Polícia Civil deverá instaurar, hoje (31), inquérito policial para investigar a morte da agente comunitária que morreu ao cair no fosso do elevador de um edifício residencial localizado no Centro de Fortaleza, na manhã desta quarta-feira (30).

Maria Sousa dos Santos, 55 anos, teve morte imediata e seu corpo foi resgatado por uma equipe do Núcleo de Busca e Salvamento (BS), do Corpo de Bombeiros Militar (CBM). A primeira informação da Polícia dá conta de que a administração do condomínio poderá ser responsabilizada criminalmente por negligência.

A agente caiu do sexto andar do prédio residencial Pimentel, localizado na esquina das ruas Princesa Isabel e Pedro Pereira, no Centro, por volta de 9 horas de ontem, após fazer uma visita assistencial a um idoso morador do condomínio. Diariamente, ela visitava pessoas enfermas e prestava os serviços de assistência.

Conforme as primeiras informações colhidas pela Polícia no local da morte, o elevador do residencial estava há dois anos sem a vistoria técnica, embora continuasse servido às dezenas de pessoas que ali residem. Maria acionou o equipamento e quando a porta destravou, ela não percebeu que o elevador não estava ali e acabou sofrendo a queda de grande altura, tendo morte imediata.

Após o resgate, o corpo da agente comunitária foi encaminhado à Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), onde foi necropsiado durante a tarde passada. O sepultamento deve acontecer nesta quinta-feira (31).

O caso será apurado no 34º DP (Centro).

Com Informação Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários