JPMotos
Adolescente de 14 anos é violentada e morta a facadas pelo tio na cidade de Irauçuba.
7 de junho de 2019 às 03:00
93
Visualizações

Ana Klênia, 14 anos, foi estuprada e morta            José Wilson, 47 anos, o tio assassino, foi preso 

Uma adolescente de apenas 14 anos foi a mais recente vítima da violência contra a mulher no Ceará. Na manhã desta quarta-feira (5), a estudante Ana Klênia Sousa dos Santos foi encontrada morta dentro de sua residência, na localidade de Mocó, na zona rural do Município de Irauçuba, na Zona Norte do estado (a 155Km de Fortaleza). Um tio da garota foi preso como suspeito de ter estuprado e assassinado a garota.

De acordo com a Polícia, a garota estava em casa sozinha, quando teria recebido a visita do tio, identificado como José Wilson de Sousa, 47 anos. Armado com uma faca, ele ameaçou a sobrinha e teria praticado a violência sexual. Logo depois, assassinou a estudante com vários golpes de faca e fugiu sorrateiramente.

O corpo da menina foi encontrado por familiares e vizinhos. Seminua, Ana Klênia estava morta em meio a uma poça de sangue num dos quartos da casa, o que levantou a suspeita de ter sofrido abuso sexual por parte do assassino.

Vizinhos disseram ter visto o tio saindo da casa da sobrinha. Rapidamente, a Polícia localizou o suspeito. Ao ser encontrado, José Wilson estava deitado em casa, como se nada houvesse acontecido. E, a princípio, negou envolvimento na morte da sobrinha.

Contudo, a Polícia acabou encontrando no quintal as roupas dele ensangüentadas. A faca usada no assassinato estava enterrada e foi também localizada. O suspeito foi levado para a delegacia da Polícia Civil e autuado em flagrante.

Outro caso

Também nesta quarta-feira (6), o corpo de uma mulher foi encontrado com marcas de vi9olência. O cadáver foi localizado na Praia da Pesqueira, no Distrito da Taíba, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza/RMF (55Km da Capital).

O corpo apresentava perfurações na cabeça e em começo de estado de decomposição. Foi deixado sobre uma jangada. A Polícia suspeita que a vítima tenha sido assassinada e o cadáver atirado ao mar.

Balanço

Com os dois casos registrados nesta quarta-feira, subiu para 89 o número de mulheres assassinadas no Ceará em 2019. Em maio, foram registrados 17 crimes do gênero.

ComentáriosComentários