JPMotos
Advogada é raptada em Fortaleza e estuprada por flanelinha
11 de novembro de 2016 às 16:06

20161111135035_9450_capa

Uma advogada de 32 anos foi raptada na Avenida Beira-Mar, em Fortaleza, e em seguida, violentada sexualmente, em Caucaia, após ser mantida no próprio carro por um flanelinha, identificado como Dalvan Nojosa da Silva, de 24 anos. O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (10).

A mulher chegou à Av. Beira-Mar para participar de um workshop em um hotel. Foi abordada pelo criminoso, que entrou no carro e mandou que ela o levasse a Caucaia. Nas imediações da Lagoa do Banana, Dalvan estuprou a advogada e, após cometer o crime, continuou mantendo a vítima como refém, fazendo paradas em uma farmácia e uma mercearia, onde a advogada conseguiu fugir a pé.

A Polícia Militar capturou o criminoso próximo a essa mercearia. Após ser reconhecido pela vítima, ele foi autuado e encaminhado para a Delegacia Metropolitana de Caucaia. Segundo a Polícia, ele ameaçou a vítima com uma faca, mas a arma não foi encontrada.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o suspeito foi preso por policiais quando fugia no automóvel da vítima. “Ele também estava com o celular da mulher e ainda tentou fugir correndo, mas logo foi capturado”, informou o órgão em nota. Dalvan foi autuado em flagrante por estupro.

A vítima foi encaminhada para a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), onde fez exame de corpo de delito e, em seguida, foi conduzida a um hospital para receber atendimento médico e tomar medicação necessária contra a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Ainda segundo a SSPDS, após os cuidados médicos a mulher foi ouvida na delegacia de Caucaia. O caso será transferido para 31º DP, delegacia da área onde ocorreu o crime.

Dalvan trabalhava como “flanelinha” na região da Praia de Iracema e não possuía antecedentes criminais. Ele também é investigado por suspeita de envolvimento em outros crimes.

Fonte: Diário do Nordeste

163 total views, 1 views today

ComentáriosComentários