JPMotos
Após matar um na sexta em Caririaçu, jovem tentou assassinar o irmão da vítima na noite de ontem
31 de janeiro de 2017 às 07:58

20170130155019_8757_capa

Além de quatro homicídios registrados em Caririaçu, Jardim, Juazeiro e Santana do Cariri, duas tentativas à bala e outra à faca foram registradas em Crato e mais duas à bala em Caririaçu e Jardim. Ocorreram ainda dois casos de violência doméstica em Crato e três de agressões, sendo dois em Juazeiro e outro em Crato. Às 21 horas de ontem o ex-detento André dos Santos Silva, de 33 anos, residente no bairro Palestina invadiu a casa de Thiago da Silva, de 20 anos, na Rua Santa Luzia, 12 (Bairro José Augustinho), para matá-lo.

Ele já teria assassinado o irmão da vítima, Ronaldo da Silva, na noite de sexta-feira e baleado de raspão o próprio Thiago. Neste domingo, quando tentou disparar sua espingarda calibre 12 a arma não funcionou e populares que estavam próximos agarraram o acusado. Em meio ao entrevero, a espingarda terminou disparando e Thiago foi novamente atingido de raspão. Familiares da vítima tomaram a arma e mais um espeto e entregaram à polícia de Caririaçu juntamente com André.

Antes, por volta das 19 horas de sexta-feira em Juazeiro, uma pessoa identificada pelo apelido de “Nilton Lagartixa” foi levado à Delegacia por Guardas Municipais após agredir o filho de um GCM. Uma hora depois, na Travessa Coronel Raul, 03 (Pio XII), Fabiana de Lira, de 25 anos, disse à polícia ter sido agredida por um indivíduo armado com uma faca e apelidado por “Canário”. A polícia foi lá e prendeu Reginaldo Rodrigues da Silva, de 33 anos, que terminou levado à Delegacia com a arma.

No início da noite de sábado, porém na Rua Wellington Belém de Figueiredo (Bairro Independência) em Crato, o jovem Saymon Coelho, de 22 anos, disse à polícia que o ex-marido de sua companheira estava tentando invadir sua casa. Identificado apenas por “Eliano”, de 34 anos, ele ainda atirou três vezes na porta, mas fugiu. A polícia diligenciou, porém não logrou êxito em capturá-lo.

Na madrugada deste domingo, no Sítio Serra Gravtá em Jardim, Jose Ivanildo Vieira de Sousa, de 31 anos, foi lesionado com dois tiros nas costas e outro nas nádegas, sendo socorrido ao hospital local. Ele disse à polícia que cinco homens chegaram em sua casa atirando e roubaram sua moto de placa HYA-1689, mas ninguém foi preso nas diligencias dos PMs do Destacamento de Jardim.

Já às 9 horas, porém na Rua Antônio Pereira Caçula, 02 (Bairro Lameiro) em Crato, o aposentado Edival de Araújo Ribeiro, de 79 anos, foi agredido pelo seu próprio filho Pascoal de Sousa Araújo, de 38 anos. Duas horas depois, no bairro Pinto Madeira, Karolina Amorim, de 19 anos, foi agredida pelo irmão Igor de Amorim Alves, de 21 anos, apelidado por “Gambá”, o qual foi preso.

Por volta das 18 horas uma adolescente de iniciais J. C da S., de 17 anos, deu entrada no Hospital São Francisco de Crato após ser lesionada levemente com uma facada na boca. Ele não declinou para a polícia detalhes sobre o crime. Cinco horas depois, mas na Rua Diógenes Frazão (Seminário) ainda em Crato, o servente Marcus Aurélio de Sousa, de 25, foi lesionado com um tiro nas nádegas e sua companheira Alessandra Alves de Sales, de 39 anos, nas costas por dois homens que fugiram numa moto Honda Fan de cor preta.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

65 total views, 2 views today

ComentáriosComentários