JPMotos
Assaltante tornozelado e morto em troca de tiros com a PM em Milagres era de Juazeiro
30 de novembro de 2018 às 05:01
191
Visualizações

Um dos assaltantes mortos em troca de tiros com a polícia na noite desta quarta-feira, na zona rural de Milagres, foi identificado ontem na Perícia Forense de Juazeiro do Norte. Trata-se de Cícero Agostinho de Sousa, de 42 anos, que residia na Rua José Maurício Alves Moreira, 16 (Bairro Pedrinhas) em Juazeiro, e usava uma tornozeleira eletrônica na perna esquerda. O outro, provavelmente, é de João Pessoa (PB) e não surgiram familiares para fazer o reconhecimento do cadáver.

Outros dois acusados de roubarem o veículo Golf Flash de cor cinza e placas KJC-8723, inscrição de Milagres, conseguiram escapar do cerco policial feito num matagal no Sítio Exu perto do Café da Linha, onde ocorreu o confronto entre bandidos e PMs. Citando Cícero, em dezembro de 2003 foi protocolada na Comarca de Várzea Alegre Ação Penal de Competência do Júri por homicídio qualificado contra Cícero do Nascimento, de 25 anos.

Na época, o Inquérito Policial indiciou ainda Deusdete Barros de Araújo, Antonio Carlos de Oliveira e Alberto Santos Ferreira. Já no dia 10 de outubro de 2005 Cícero Agostinho fugiu da cadeia pública de Várzea Alegre juntamente com Ilderlan dos Santos Lima e Cícero Bento Militão Silva. Em junho de 2007 passou a responder Ação Penal por tráfico de drogas na Comarca de Juazeiro do Norte para onde se mudou.

Entretanto, agia noutras cidades como é o caso de Iguatu em cuja Comarca e, em maio de 2009, respondia procedimento por crime de formação de quadrilha. No inquérito ali protocolado, o mesmo foi indiciado juntamente com Antonio Kleyton Bezerra de Almeida e Francinaldo da Silva. Já em fevereiro de 2012 terminou preso com arma de fogo em Juazeiro e, ano passado, passou a responder processo que tramitava em segredo de justiça na comarca local a exemplo de outro já deste ano.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários