JPMotos
Assassinos mandam mulher e filhos saírem de casa para matarem um homem em Farias Brito
5 de abril de 2017 às 14:22

Doze dias após e um novo homicídio foi registrado em Farias Brito por volta das 6 horas desta terça-feira. O ex-presidiário Aparecido Félix Pereira da Silva, de 33 anos, que era conhecido como “Aparecido de Serafim”, foi executado com dois tiros na cabeça e outros dois nas costas enquanto dormia. Ele morava na Rua Antonio Ferreira Lima (Rabo da Gata) no centro de Farias Brito e estava deitado em um colchão quando foi lesionado com os disparos efetuados por dois homens que ali chegaram.

A esposa da vítima contou ao Subtenente Simplício, Comandante do Destacamento Militar, que a dupla adentrou o imóvel mandando a mesma se retirar com os filhos quando foi ao encontro de Aparecido em um dos cômodos da casa para executá-lo. Ele respondia por crimes de tráfico de drogas e até foi condenado pelo assassinato de José Paz Marinho, o “Lola” em junho de 2006 naquele município.

Além disso, Aparecido era suspeito de envolvimento em outros dois homicídios o que estava sendo investigado pela polícia local. No dia 19 de março de 2016 ele teria matado Francisca Honorato Rodrigues Filha, de 26, a “Janaina Macumbeira”, com três tiros dentro de sua casa na Rua do Cruzeiro, 281 (Bairro Caixa Dágua). No mesmo imóvel, porém no último dia 1º de dezembro, teria assassinado a tiros o esposo dela José Nilton da Silva, de 47 anos.

O homicídio desta manhã foi o primeiro do mês de abril em Farias Brito e o terceiro de 2017 no município, onde, no ano passado, seis pessoas tombaram mortas. O último deste ano tinha ocorrido no dia 23 de março contra o agricultor Odilon dos Santos, de 28 anos, que residia na Rua São Francisco na Serra do Quincunca. Ele estava deitado numa rede na sala de sua casa que foi invadida por dois homens os quais chegaram em uma moto e fugiram após os disparos sem serem identificados.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

324 total views, 1 views today

ComentáriosComentários