JPMotos
Comparsa do vereador de Jati que morreu no acidente é Cabo PM e está sob escolta no Pernambuco
22 de junho de 2017 às 07:23

A polícia já tem o nome da pessoa que viajava com o vereador de Jati, Josenildo Leonilton Nogueira da Silva (PSD), de 37 anos, que morreu num acidente após tentar matar um desafeto seu numa rodovia estadual que liga àquele município com Jardim. Trata-se de Francisco Gonçalves da Silva Novais, de 42 anos, natural de Salgueiro (PE), que é Cabo da Polícia Militar do estado do Pernambuco.

No capotamento do veículo HB20 de cor branca e placas OYV-1266, inscrição de Caruaru (PE), o PM fraturou várias costelas e se encontra internado num dos hospitais de Serra Talhada (PE) sob escolta da própria polícia pernambucana. Ele foi socorrido numa moto pilotada por um amigo ainda não identificado pela polícia quando percorreram uma distância média de 160 Km desde o local do acidente.

O corpo do vereador foi necropsiado na tarde desta terça-feira no IML (Instituto Médico Legal) de Juazeiro e já devolvido à família para o sepultamento, que deve acontecer hoje em Jati. Segundo informações conseguidas pela polícia, ele costuma emprestar dinheiro a juros e, na manhã de ontem, teria saído com o Cabo PM para tentar matar um devedor no caso o enfermeiro João Justino dos Santos Filho, residente na Vila Carnaúba em Jati.

O profissional de saúde viajava na sua Pick up Saveiro de cor prata quando foi atocaiado na estrada pelo vereador e o PM, mas conseguiu escapar dos vários disparos de escopeta calibre 12 que atingiram apenas o seu carro. Na fuga em alta velocidade e dirigindo seu veículo HB20 o vereador sobrou numa curva, bateu numa árvore e o carro capotou causando sua morte no Sítio Barreiro (Distrito de Corrente) na zona rural de Jardim.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

 

273 total views, 1 views today

ComentáriosComentários