JPMotos
Coronel Aginaldo Oliveira assume o comando-geral da Força Nacional de Segurança
8 de janeiro de 2019 às 04:58
34
Visualizações

Aginaldo 22

General Guilherme Theophilo cumprimenta Aginaldo logo após ele ser empossado na FNS

Aginaldo Wilson e Keydna

Coronéis Wilson Melo, Aginaldo Oliveira e Keydna Carneiro, time cearense na FNS

Com a presença do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro; e do secretário Nacional da Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, o coronel PM cearense Aginaldo Oliveira tomou posse, em Brasília, como o novo comandante-geral da Força Nacional de Segurança (FNS). A posse aconteceu na tarde da última sexta-feira (4) e revestida de um caráter especial, pois no mesmo dia parte da tropa daquela Corporação foi deslocada para Fortaleza com o objetivo de conter a onda de atentados criminosos.

O coronel Aginaldo Oliveira chega ao comanda da Força Nacional de Segurança por indicação do general Theophilo. Até então, ele era o chefe do Comando do Policiamento Especializado (BPE) tendo ao seu comando diversões batalhões da Polícia Militar do Ceará considerados como “forças especiais”, que incluem o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), o BPRaio, BPTUR, Batalhão de Eventos, o de Divisas, além do Regimento de Polícia Montada (a Cavalaria) e o Policiamento do Meio-Ambiente (BPMA).

Tropa no Ceará

Aginaldo é um dos oficiais mais preparados da PM cearense, com cursos de especialização em gerenciamento de crises nos Estados Unidos (EUA) e o de forças especiais no Bope do Rio de Janeiro. Para compor sua equipe à frente da Força Nacional de Segurança ele convidou mais três oficiais da PM cearense, a tenente-coronel Keydna Carneiro, o tenente-coronel Wilson Melo e o coronel Nirvando Monteiro. Também fará parte da equpe o delegado da Polícia Civil, Ricardo Romagnolli.

Já empossado no cargo, o coronel Aginaldo Oliveira tratou, ainda na sexta-feira, de cumprir a determinação do ministro Sérgio Moro de enviar para o Ceará um efetivo da FNS com o objetivo de auxiliar as forças de segurança locais no trabalho de combate às ações criminosas iniciadas na última quarta-feira, com atentados contra ônibus, repartições públicas e agências bancárias.

Foram destacados para o Ceará cerca de 300 policiais militares da FNS, além de 30 viaturas. A tropa ficará sob o comando de oficiais da PM cearense e está aquartelada no Centro Olímpico do Ceará, ao lado da Arena Castelão. Ainda no sábado (5), as patrulhas da FNS começaram a serem vistas em rondas nas principais avenidas da Capital.

Com Informação Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários