JPMotos
Cratenses considerados perigosos são presos com arma e drogas em Várzea Alegre
17 de agosto de 2018 às 04:05
115
Visualizações

Uma operação de combate ao tráfico de drogas desencadeada pela Polícia Civil de Várzea Alegre resultou nas prisões de dois jovens cratenses considerados de alta periculosidade. A dupla estava com boa quantidade de substâncias entorpecentes e uma arma de fogo tendo sido presa na tarde desta quarta-feira na Rua Carlos Gomes do bairro Rosinha daquele município.

Segundo os inspetores, Bryan William Rodrigues de Siqueira, de 23 anos, estava com meio quilo de maconha, celulares, um revólver calibre 38 e 11 munições intactas, uma balança de precisão e uma agenda com anotações relacionadas ao tráfico de drogas. Ele se fazia acompanhar de Cícero Ramony Silvestre Lopes, de 24 anos, que ainda tentou fugir ao perceber a chegada da polícia.

Eles já respondem por crimes de assaltos, tráfico de drogas, posse e porte de arma de fogo, sendo que Ramony conquistou a liberdade nomes de julho após quase um ano na cadeia pública de Barbalha. Ele tinha sido preso no dia 3 de agosto do ano passado na Rua T 23 do bairro Cirolândia, onde duas pessoas estavam no imóvel e fugiram com a chegada de viaturas da PM.

Naquele dia, Ramony foi preso juntamente com Luiz Cabral de Oliveira Filho, de 24 anos, após um tempo presos na cadeia pública de Crato quando passaram a residir em Barbalha. No imóvel, os PMs recolheram um revólver calibre 38, uma pistola calibre 12 de fabricação artesanal, balança de precisão, bala clava e várias munições. Ramony também foi preso no dia 27 de fevereiro de 2016, em Crato, durante a “Operação Medellín” chefiada pelo Delegado de Polícia Civil Giuliano Vieira Sena.

Enquanto isso, Bryan William tinha sido preso no dia 19 de agosto de 2014 sob a acusação da venda de drogas na Travessa Bonfim (Bairro Seminário) em Crato e ainda estava com 11 trouxinhas de maconha. Já no dia 9 de janeiro de 2016, na Rua Mário Teixeira perto da encosta igualmente em Crato, Bryan foi lesionado com um tiro na panturrilha esquerda e socorrido ao hospital. Na época, morava na Rua Diogenes Frazão (Seminário) e os dois acusados fugiram numa moto.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários