JPMotos
Delegada Vanessa assume comando da PF no Ceará marcando um “golaço” contra o crime organizado
20 de abril de 2018 às 16:06
86
Visualizações

Delegada Vanessa Gonçalves assumiu o comando da PF/CE com operação contra quadrilha que fraudava a Previdência Social. O prejuízo do golpe foi de R$ 4 milhões ao governo federal

A nova superintendente da Polícia Federal no Ceará começou sua gestão com o pé direito. Na verdade, emplacou um “golaço” no crime organizado. A delegada Vanessa Gonçalves Leite de Souza apareceu pela primeira vez em público, já como gestora da PF no Ceará. Aconteceu na manhã desta quinta-feira (19), quando o órgão realizou uma coletiva de Imprensa para divulgar detalhes da “Operação Espectro”. E o alvo foi uma quadrilha que vinha fraudando os cofres da Previdência Social, através de golpe contra o Instituto Nacional de Seguridade Social, o INSS. Ao menos, cinco pessoas foram parar no xilindró.

Cerca de 70 policiais federais participaram da operação conjunta com representantes do INSS. Foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, outro de prisão temporária e 14 de buscas e apreensão. Os falsários preparavam documentos falsos e utilizavam “laranjas” como pessoas fictícias que obtinham aposentadorias ilegais. O grupo agia em Fortaleza e nos Municípios de Caucaia e São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana da Capital. Para caçar os larápios, a nova superintendente da PF escalou um time tendo à frente uma colega, Adriana Corrêa, titular da Delegacia de Combate aos Crimes Previdenciários (Deleprev). O trabalho das duas foi perfeito !!!

OLHA O CRIME MIGRANDO!!!

As estatísticas apresentadas diariamente pelo site da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirma o que antecipou esta coluna de forma exclusiva (mais um furo de reportagem!). A criminalidade está mudando de endereço. Enquanto os Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) estão caindo em Fortaleza, na Região Metropolitana estão aumentando. Isso é reflexo da migração dos criminosos para as cidades do cinturão metropolitano. Acuados pela ocupação policial de áreas até então sob seus domínios, os bandidos chefes de facções e seus “soldados” estão indo se esconder em cidades como Pacajus, Horizonte, Caucaia, Paraipaba, Trairi, Cascavel e outras. E como são “caçados” pelos inimigos de quadrilhas rivais, estão sendo mortos em tais cidades. Quem anda desesperada é a população. E tome mortes na RMF !!!

LICITAÇÃO SUSPEITA

Promotor de Justiça, Ricardo Rocha, não vai deixar barato. Quer apurar o disparo acidental de uma pistola que feriu um militar integrante da escolta do governador. O incidente ocorreu no começo da semana quando o gestor inaugurava uma obra no Município de Caucaia. A arma do oficial da Casa Militar caiu e disparou. O tiro atingiu a perna do PM. O promotor já havia decidido ingressar com um pedido de anulação de uma licitação para a compra de pistolas pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) diante de denúncias que o armamento comprado não estava adequado para uso, por ter falhas em seu funcionamento e causar disparos acidentais, Depois do episódio de Caucaia, Ricardo Rocha vai reforçar junto à Justiça o pedido de investigação sobre a tal licitação.

ARMAS QUE PROTEGEM

E por falar em armas, as associações que reúnem policiais militares comemoraram a decisão do Comando-Geral da PM de revogar a proibição para que soldados com até dois anos de serviço na Corporação possam comprar armas de maiores calibres, como Ponto 40 (.40), 45 milímetros e 3.57. São armas mais potentes que as que os militares possuem, em geral, para seu uso pessoal. Essa proibição incomodava e chateava os militares. O governo corrigiu essa distorção e o comandante-geral da PM, coronel Ronaldo Viana, assinou a revogação da portaria anterior. A medida foi publicada no Boletim do Comando Geral (BCG) no começo da semana. Bom lembrar que nos últimos três anos, mais de 70 agentes da Segurança Pública do Ceará foram assassinados, a maioria PMs. Os militares precisam, sim, de um bom armamento para sua defesa e de terceiros mesmo estando de folga.

LADRÃO VAZANDO PELO LADRÃO!

Uma onda de assaltos vem acontecendo em Fortaleza. Jornalistas do Jornal O Povo e da TV Jangadeiro foram atacados por bandidos nesta semana. Criminosos renderam um médico no estacionamento do hospital “Gonzaguinha” de Messejana e levaram seu carro. O cantor de forró Sirino (da dupla Sirano&Sirino) virou refém de bandidos na porte de sua fazenda, em Maranguape. A estudante universitária Cecília Rachel Moura foi atacada por ladrões e acabou assassinada. Um ônibus escolar foi atacado em Morada Nova. Enfim, por todo o estado, os criminosos dão as ordens, num claro desafio às autoridades. Neste mês de abril, os índices dos Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) aumentaram em todo o Ceará. Tem bandido por todos os lados!!!

O DEFUNTO DA HORA

Governador Camilo foi na quinta-feira (19) à cidade de Russas (a 163Km de Fortaleza) inaugurar o Núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) na Região do Vale do Jaguaribe. Era uma antiga e justa reivindicação da população daquela área do estado, haja visto, que os corpos de vítimas de mortes violentas (como homicídios, acidentes de trânsito e de trabalho, suicídios, afogamentos etc) no Vale tinham que ser levados para Quixeramobim, no Sertão Central, o que causava transtornos, demora e gasto desnecessário de dinheiro pelas famílias das vítimas. A população aplaudiu a medida. Mas, coincidentemente ou não, poucas horas antes da inauguração, um homem foi assassinado na zona rural de Russas. O defunto, portanto, foi o primeiro a ser recebido pela nova unidade de Perícia.

ACABOU O SOSSEGO!!!

A cidade de Varjota (a 297Km de Fortaleza) vem sendo abalada por uma onda de assassinatos. Já são nove crimes de morte em quatro meses, num Município onde a tranqüilidade e a paz social eram a marca do lugar. Assim como em outras cidades de pequeno porte, Varjota sofre com a migração dos criminosos de Fortaleza. Eles se instalam nesses territórios porque sabem da fragilidade do aparato policial. Em pouco tempo se transformam em chefes de quadrilhas locais e passam a comandar o tráfico de drogas. Em conseqüência disso, surgem outros crimes, principalmente os assaltos a comércios, transportes e residências. A mesma situação vem ocorrendo noutros municípios pequenos, como Groaíras, Itapiúna, Redenção, Acarape, Barreira, Itatira etc.

Com Informação Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários