JPMotos
Dois homicídios registrados nesta madrugada em Crato e um deles contra uma mulher
5 de setembro de 2018 às 10:10
114
Visualizações

Dois homicídios foram registrados na madrugada desta quarta-feira em Crato chegando a três neste mês de agosto e 33 no decorrer do ano no município. Por volta de uma hora morreu num dos leitos do Hospital São Camilo o presidiário Raimundo Nonato Candido de Lima, de 29 anos, que residia na Rua Chagas Bezerra, 402 (Bairro Mirandão) em Crato. Às 20 horas de ontem ele foi baleado no abdômen por dois homens que se aproximaram à pé.

O crime aconteceu na Rua Bruno de Menezes (Bairro Alto da Penha), onde esteve uma ambulância do SAMU que o socorreu ao hospital, mas Raimundo não resistiu e faleceu cerca de cinco horas depois. Ele respondia procedimentos por crimes de tráfico de drogas e porte de arma de fogo e deixou a cadeia de Crato na última quinta-feira, dia 30, com uma tornozeleira eletrônica. No próximo dia 27 de setembro, Raimundo completaria 30 anos de idade.

Já por volta das cinco horas da madrugada a jovem Rogéria Lima Alves, de 32 anos, foi assassinada a tiros dentro de sua casa na chamada Rua dos Sem Terra (Bairro Mutirão) em Crato. O crime aconteceu na presença do namorado e da filha dela após dois homens chegarem numa motocicleta e adentrarem o imóvel depois que arrombaram a porta. Um deles efetuou os disparos e a dupla fugiu em alta velocidade no veículo.

Esta foi a segunda mulher assassinada este ano em Crato e a décima de 2018 em toda a região do Cariri. No último dia 19 de agosto a professora Silvany Inácio de Sousa, de 26 anos, que morava na Rua Granjeiro (Bairro Seminário) em Crato e trabalhava no Colégio Pequeno Príncipe, foi morta a tiros em plena Praça da Sé por seu ex-marido Elson Siebra de Deus, de 47 anos, residente em frente ao logradouro, que foi preso com o revólver usado no crime e mais cinco espingardas.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários