JPMotos
Draco desarticula parte de uma facção criminosa envolvida em sequestros, assaltos, tráfico de drogas e execuções sumárias
25 de agosto de 2017 às 11:35

O bando foi desarticulado depois de meses de uma investigação ampla e sigilosa

Uma operação policial desarticulou parte de uma quadrilha de assaltantes que tinha no comando um dos bandidos mais perigosos do  estado, envolvido em ataques a bancos e carros-fortes, além de crimes de seqüestro e assassinatos.  Os cinco são também apontados como integrantes de uma facção criminosa instalada no Sistema Penitenciário local, de onde partiam ordens para o crime de tráfico de drogas e para a execução sumária de membros de facções rivais.

O assaltante e seqüestrador Francisco Márcio Teixeira Perdigão, 39, foi capturado por equipes policiais da Delegacia de Repressão às Ações do Crime Organizado (Draco) e do Departamento de Polícia Especializada (DPE) no Município de Cascavel, no Litoral Leste do estado (a 53Km de Fortaleza).  Ele possui uma extensa ficha criminal e estava foragido da Justiça.

Em outras diligências em Fortaleza, Cascavel, Maracanaú e Novo Oriente, a Polícia prendeu outros quatro integrantes do bando, entre eles, duas mulheres. Os acusados são: Weverton Moreira de Brito, 21 anos, o “Evim”; Glícia Cândido Castelo Branco, 32 anos, conhecida como “Rosa de Saron”; Francisca Paula da Silva, 31 anos, a “Cristal”; e Jeová da Silva de Sousa, 20.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, também durante a operação foram cumpridos mandados de prisão contra criminosos que já estavam recolhidos em unidades do Sistema Penitenciário e que fariam parte da organização criminosa.

Armas

Com os acusados presos a Polícia apreendeu várias armas, entre elas, um fuzil modelo AK-47, de fabricação russa, e uma pistola de calibre 7.65.

Segundo as autoridades, um dos “cabeças” do bando cumpre pena, atualmente, na penitenciária estadual de Foz do Iguaçu,  no Paraná. Seu nome não foi revelado pelas autoridades.

Além do tráfico de drogas, assaltos e seqüestros, a quadrilha também estaria falsificando documentos.

Com Informação Fernando Ribeiro

166 total views, 1 views today

ComentáriosComentários