JPMotos
Duas mulheres morrem afogadas em açude de Caucaia, quando uma tentou salvar a outra
25 de fevereiro de 2019 às 05:00
69
Visualizações

Afogada 2 Afogada 33

As amigas tiveram um fim trágico, morrendo afogadas no Açude do Sítios Novos, Caucaia

Duas mulheres – com idades entre 25 e 30 anos – morreram afogadas neste domingo (24) em um açude localizado no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O fato ocorreu no começo da tarde. Uma das mulheres foi retirada sem vida das águas por voluntários. Já o corpo da amiga está desaparecido. Na manhã desta segunda-feira (25), o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBM-CE) reinicia as buscas ao cadáver.

O duplo afogamento fatal ocorreu em um açude localizado no Distrito de Sítio Novos, zona rural de Caucaia. Conforme o relato de moradores da região, uma das mulheres tentou salvar o filho que estava se afogado. Mesmo sem saber nadar, ela entrou desesperada no açude e acabou se afogando. A criança foi salva por outros banhistas.

Ao perceber a amiga em perigo, a outra mulher tentou salvá-la e acabou morrendo também. Apenas uma das vítimas foram identificadas. Chamava-se Aline.

Mergulhadores do Núcleo de Busca e Salvamento Major Rosana Busson (NBS) reiniciam nesta segunda o trabalho de tentativa de localização e resgate do corpo da mulher que se afogou quando buscava socorrer a amiga em desespero.

Outro caso

No Distrito de Miragem, na zona rural do Município de Caririaçu (a 503Km de Fortaleza), foi registrado também um caso de afogamento neste fim de semana.

O corpo do agricultor Antônio Rodrigues de Sousa, 46 anos, foi encontrado dois dias depois do início das buscas. Ele havia desaparecido na manhã da última sexta-feira (22). Segundo a família, Antônio era portador de doença mental.

Um amigo encontrou o corpo boiando no Açude do Sítio Olho D’Água. Uma equipe do Quartel do Corpo de Bombeiros Militar de Juazeiro do Norte fez o resgate do cadáver, que foi encaminhado ao Núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), em Juazeiro.

Com Informação Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários