JPMotos
Envolvido no assassinato de PM em Juazeiro foi morto esta noite em Crato. Reveja sua última entrevista
5 de abril de 2018 às 11:05
218
Visualizações

O ex-presidiário Adailton Sales dos Santos, de 32 anos, que era apelidado por “Pintado”, foi morto a tiros por volta das 21h30min desta quarta-feira na Rua Santo Antonio mais precisamente na Vila Pau em Pé. Moradores do Parque Grangeiro disseramter ouvido apenas os estampidos de arma de fogo e não foi possível visualizar os autores do crime.

A vítima respondia procedimentos criminais na justiça e na polícia nos municípios de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Jardim e Brejo Santo, dentre os quais tráfico de drogas, assaltos, formação de quadrilha e violência doméstica que teve como vítimas Maria Patrícia da Silva, em Crato; e Relva Ribeiro em Barbalha. Ele era réu confesso no assassinato do Soldado PM, Evandro Carlos da Silva, de 38 anos, no dia 8 de setembro de 2011 em frente à Loja Macavi na Avenida Padre Cícero em Juazeiro.

Ele confessou ter sido o responsável por garantir a fuga do executor Ricardo Alves Feitosa, de 30 anos, o qual já tinha sido assassinado no dia 21 de setembro de 2011 numa troca de tiros com a polícia quando militares tentaram prendê-lo no município de São José da Tapera (AL). Na época, Ricardo morava na Rua Francisca Pereira, 110 (Frei Damião) em Juazeiro de onde tinha desapareceu desde o dia do assassinato do policial.

Uma das últimas prisões de “Pintado” foi em 16 de fevereiro de 2014 numa blitz quando pilotava uma moto roubada. Ele desobedeceu a ordem de parada e terminou perseguido, sendo preso cerca de 3 km depois já no Sítio Lagoa do Alto em Jardim. Na época, morava na Rua Manuel Peixoto, 35 (Bairro do Rosário) em Barbalha e tinha contra si um mandado de prisão em aberto. Cinco dias após o assassinato do Soldado Evandro, “Pintado” foi preso no Sítio Cedro em Santana do Cariri e confessou ter sido o motorista que garantiu a fuga de Ricardo Alves, autor da execução.

Com o assassinato de “Pintado” já são dois homicídios no mês de abril em Crato e 12 este ano no município. O último tinha ocorrido segunda-feira quando, na Rua José Ribeiro Cruz (Bairro Vila Alta), João Leandro Pereira, de 29 anos, matou o seu irmão Matheus Pereira, de 15 anos, com cerca de 30 facadas. Ele foi preso e autuado em flagrante após confessar o crime de fratricídio estando recolhido à cadeia pública de Crato à disposição da justiça.

 

Reveja a última entrevista concedida por “Pintado”, ao repórter Normando Sóracles no dia 16 de fevereiro de 2014 após ser preso em Jardim com uma moto roubada e confessar qual foi a sua participação no assassinato do Soldado PM Evandro em Juazeiro.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários