JPMotos
Exclusivo! Corpo encontrado carbonizado em Barbalha foi identificado com o auxílio do Miséria
19 de julho de 2017 às 04:57

Os detalhes divulgados em matéria do Site Miséria fizeram com que familiares mantivessem contatos com a direção do IML (Instituto Médico Legal) de Juazeiro do Norte, culminando na identificação de um corpo encontrado parcialmente carbonizado em Barbalha. O achado se deu por volta das 07h30min da última terça-feira, dia 11, às margens de uma estrada vicinal entre os municípios de Barbalha e Porteiras, porém a uma distância média de 100 metros para a CE-060 que liga Barbalha e Jardim.

Trata-se de Michel Kleber Ferreira, de 37 anos, que residia no Sítio Bananeira na zona rural de Salgueiro (PE) e, provavelmente, foi mais um cadáver “desovado” na região do Cariri. A esposa dele, Aurisnalva Neves dos Santos, de 36 anos, tomou conhecimento dos detalhes citados pelo Miséria como a boa estatura, parte do texto de uma tatuagem: “Não ter tempo para Jesus…”, outra tatuagem perto do ombro, um relógio dourado no pulso e dois anéis de aço nos dedos.

Ela veio até Juazeiro e reconheceu o cadáver do companheiro quando afirmou que o mesmo estava desaparecido desde que saiu de casa dizendo que ia para Custódia (PE). Hoje pela manhã, Aurisnalva esteve na Delegacia de Polícia Civil de Barbalha para apanhar uma Guia de Exame Cadavérico. Ela conversou com o delegado Julio Agrelli, mas não soube dizer o que teria ocorrido para motivar o assassinato do seu companheiro.

O corpo só vai ser liberado nesta quarta-feira pela direção da Perícia Forense em Juazeiro quando Aurisnalva o trasladará até Salgueiro para providenciar o sepultamento. Por sua vez, o delegado disse que ainda aguarda o resultado da perícia e do próprio exame cadavérico para ver o que poderá ser feito em torno da elucidação do crime mesmo acreditando igualmente numa “desova”.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

334 total views, 1 views today

ComentáriosComentários